É O JUDEU (e não o não-judeu) QUEM DEFINE O QUE É JUDEU E QUEM É JUDEU.

É O JUDEU (e não o não-judeu) QUEM DEFINE O QUE É JUDEU E QUEM É JUDEU.
OS JUDEUS SÃO OS QUE SABEM QUEM É JUDEU E QUEM NÃO O É.
É O JUDEU (e não o não-judeu) QUEM DEFINE O QUE É JUDEU E QUEM É JUDEU.

http://www.pt.chabad.org/library/article_cdo/aid/1216626/jewish/Quem-Judeu.htm


______________________________________________________________________________


[Blog (todo) revisado em 17/10/13.]

"[Em breve,] toda a Terra estará repleta do conhecimento de HASHEM, assim como as águas cobrem o mar."
- Ieshaiáhu (Livro Judaico do Profeta Judeu Isaías) 11:9

A vida é um aprendizado para todos, sem exceção, sempre, e para sempre. E se aprende ou pelo amor ou pela dor.
- O Blog

"O judaísmo identifica-se como um ato de D-us na história da humanidade."
- Herman Wouk

"Os 10 Mandamentos foram uma revelação única na história da humanidade. [Ela foi] ouvida por todo o povo judeu (aproximadamente 3 milhões de pessoas) aos pés do Monte Sinai ... . Israel é o povo que revela a vontade de D-us. Tem por tarefa e objetivo ser o coração da humanidade, uma fonte de vida espiritual para os outros povos."
- Raphael Shammaho

"Feliz é a nação cujo D-us é HASHEM, o povo que 'ELE' escolheu para Sua propriedade. Pois D-us escolheu Yaacov para SI, Israel como Seu tesouro. Feliz é o povo cujo D-us é HASHEM."
- Tehilim (Livro Judaico dos Salmos) 33:12; 135:4; 144:15

"Envia Tua luz e Tua verdade, que elas me conduzam; elas me trarão ao monte do Teu Santuário [o Judaísmo] e às Tuas moradas [os judeus]. Então ... eu Te louvarei ..., ó D-us, meu D-us!"
- Tehilim (Livro Judaico dos Salmos) 43:3, 4

domingo, 3 de julho de 2011

144.001 no céu?

A Associação Torre de Vigia de Bíblias e Tratados, dogmatizadora dos então torrevigianistas, prega que haverão 144.001 pessoas jesusistas que, após a morte, serão ressuscitadas transformadas em seres espirituais imortais que viverão no céu, e que destas, Jesus foi a primeira.

A bíblia Judaica ou Tanach não menciona 144.001, e menos ainda, que ressuscitarão no céu como seres espirituais imortais. Esta é uma crença jesuânica/yeshuânica, não judaica.

Segundo o Livro de Bereshit (Gênesis), cada forma de vida é imutável. Portanto, o humano para sempre permanecerá humano. Sendo assim, a Ressurreição dos mortos só pode significar que, da mesma maneira que falecemos humanos, ressuscitaremos humanos. Ou seja, não existe ressurreição no céu, como não existe morte lá. Quer dizer, no céu não existe morte, então, no céu não pode (ou, não tem como) existir ressurreição.

D-us, HASHEM, vai acabar com a morte (Ieshaiáhu [Isaías] 25:8). Obviamente, isso só pode significar que é AQUI na Terra (que é onde existe a morte) que a morte vai deixar de existir. Então, D-us, HASHEM, vai ressuscitar os mortos (Daniel 12:2). Obviamente, isso só pode significar que é AQUI na Terra (que é onde existem falecidos) que os falecidos serão trazidos de volta à vida.

A Terra é o Lar da Humanidade, então, só pode ser na Terra que os humanos mortos serão ressuscitados por HASHEM:

"De [ADONAI *] são os céus, mas aos homens ELE entregou a terra." – Tehilim (Salmos) 115:16;

"Teus mortos reviverão, meus corpos mortos se levantarão – acordai e cantai, vós que habitais no pó"... Ieshaiáhu (Isaías) 26:19, Mechon MamreVeja o tópico:


Quando mashiach vier, ele reunirá todos os judeus do mundo na Terra de Israel

(“Assim disse [ADONAI *] Deus: Eis que tomarei os filhos de Israel dentre as nações para onde foram, e os reunirei de todas as partes e os trarei de volta à sua própria terra; e habitarão na terra que dei ao Meu servo Jacob, onde moraram os vossos pais, e nela voltarão a habitar eles, seus filhos e seus netos para sempre; e Meu servo [mashiach, descendente de] David será seu príncipe para sempre.” – Iechezkel [Ezequiel] 37:21, 25),

e, quando HASHEM ressuscitar os mortos, os judeus ressuscitados também serão todos reunidos na Terra de Israel, como está escrito:

“Assim disse [ADONAI *] Deus: Eis que abrirei os vossos sepulcros e vos tirarei de vossos sepulcros, ó povo Meu, e vos trarei à terra de Israel! E sabereis que Eu sou [ADONAI *] quando tiver aberto as vossas tumbas e vos tiver feito sair de vossos sepulcros, ó povo Meu! Porei em vós o Meu espírito e vivereis, e vos porei na vossa própria terra; e sabereis que Eu, [ADONAI *], assim determinei e farei cumprir! – diz [ADONAI *].” Iechezkel [Ezequiel] 37:12-14.

E, como já está evidente em todo o tópico, a ressurreição dos mortos não depende de algum humano realizá-la, quem quer que seja, mas cabe exclusivamente a HASHEM D-US, O SENHOR da vida e da saúde, como “ELE” Próprio declara: “Não há outro deus Comigo; Eu faço morrer e faço viver; Eu firo e Eu saro, e não há quem possa livrar da Minha mão os que pecam contra Mim.” – Devarim (Deuteronômio) 32:39.

Não existe nenhuma passagem na bíblia Judaica ou Tanach que diz que o mashiach ressuscita ou ressuscitará mortos. HASHEM D-US é O CRIADOR da humanidade, então, é HASHEM D-US que (pode ser e) será o Seu RE-CRIADOR (Somente HASHEM D-US é O RESSUSCITADOR), como está escrito:

“[ADONAI *] é que tira a vida e a dá; faz descer à sepultura e faz tornar a subir dela.” Shemuel Alef (1 Samuel) 2:6.

Também como já está evidente no tópico, naturalmente que a ressurreição dos mortos ainda não começou, pois o Reino Messiânico ainda não foi estabelecido e a Era Messiânica ainda não foi inaugurada (o que equivale a dizer que o mashiach ainda não veio). Portanto, não houve nenhum Jesus que foi ressuscitado, e nem apóstolos, e nem outros.

Na Era Messiânica toda a humanidade conhecerá HASHEM e naturalmente continuará a habitar na Terra para sempre. (Ieshaiáhu [Isaías] 11:9; Tehilim [Salmos] 37:29) Sim, TODA a humanidade conhecedora e então adoradora de HASHEM viverá para sempre AQUI, no nosso planeta Terra.

Bíblia Hebraica por David Gorodovits e Jairo Fridlin, Editora & Livraria Sêfer.

* Ocorrências do "NOME" (na verdade, da REFERÊNCIA ou ALUSÃO) DO AQUILO INFINITO. ESTE "NOME" é cognominado de “Tetragrama”, “que tem quatro letras”. Estas letras são Y, H, V, H. ESTE "NOME" ocorre 6.823 vezes no hebraico da bíblia Judaica ou Tanach. É necessário saber que não devemos dizer ESTE "NOME", pronunciando-o como escrito. ESTE "NOME" tem de ser pronunciado (na leitura bíblica e de rezas) como ADONAI (= MEU MESTRE). Quando nos referimos ao AQUILO INFINITO pelo Seu "NOME" (REFERÊNCIA/ALUSÃO) Particular (fora da leitura bíblica e de rezas), O chamamos HASHEM (= O NOME).