É O JUDEU (e não o não-judeu) QUEM DEFINE O QUE É JUDEU E QUEM É JUDEU.

É O JUDEU (e não o não-judeu) QUEM DEFINE O QUE É JUDEU E QUEM É JUDEU.
OS JUDEUS SÃO OS QUE SABEM QUEM É JUDEU E QUEM NÃO O É.
É O JUDEU (e não o não-judeu) QUEM DEFINE O QUE É JUDEU E QUEM É JUDEU.

http://www.pt.chabad.org/library/article_cdo/aid/1216626/jewish/Quem-Judeu.htm


______________________________________________________________________________


[Blog (todo) revisado em 17/10/13.]

"[Em breve,] toda a Terra estará repleta do conhecimento de HASHEM, assim como as águas cobrem o mar."
- Ieshaiáhu (Livro Judaico do Profeta Judeu Isaías) 11:9

A vida é um aprendizado para todos, sem exceção, sempre, e para sempre. E se aprende ou pelo amor ou pela dor.
- O Blog

"O judaísmo identifica-se como um ato de D-us na história da humanidade."
- Herman Wouk

"Os 10 Mandamentos foram uma revelação única na história da humanidade. [Ela foi] ouvida por todo o povo judeu (aproximadamente 3 milhões de pessoas) aos pés do Monte Sinai ... . Israel é o povo que revela a vontade de D-us. Tem por tarefa e objetivo ser o coração da humanidade, uma fonte de vida espiritual para os outros povos."
- Raphael Shammaho

"Feliz é a nação cujo D-us é HASHEM, o povo que 'ELE' escolheu para Sua propriedade. Pois D-us escolheu Yaacov para SI, Israel como Seu tesouro. Feliz é o povo cujo D-us é HASHEM."
- Tehilim (Livro Judaico dos Salmos) 33:12; 135:4; 144:15

"Envia Tua luz e Tua verdade, que elas me conduzam; elas me trarão ao monte do Teu Santuário [o Judaísmo] e às Tuas moradas [os judeus]. Então ... eu Te louvarei ..., ó D-us, meu D-us!"
- Tehilim (Livro Judaico dos Salmos) 43:3, 4

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

A Palavra de HASHEM e a Sua Adoração

Um raciocínio LÓGICO mas que infelizmente muitos não se dão conta:

Torá/Neviim/Ketuvim (A Lei de D-us [revelada a Moisés]/Os Profetas [judeus]/ [e] Os [outros] Escritos) são livros O QUE? Kardecistas? Maometanos? Jesuânicos/Yeshuânicos? NÃO (nenhum destes). São livros JUDAICOS. Foram escritos por JUDEUS. Tratam da Fé/Crença JUDAICA. Não são livros kardecistas porque não foram escritos por kardecistas para tratarem da fé/crença kardecista, assim como não são livros maometanos porque não foram escritos por maometistas para tratarem da fé/crença maometana, e também não são livros jesuânicos/yeshuânicos porque não foram escritos por jesusistas/yeshuanistas e não tratam da fé/crença jesuânica/yeshuânica. Não existiam kardecistas, nem maometistas e nem jesusistas. São livros JUDAICOS porque foram escrito por JUDEUS para tratarem da Fé/Crença JUDAICA.
Portanto, pode-se afirmar que livros kardecistas, maometanos ou jesuânicos/yeshuânicos sejam a palavra de deus, mas certamente não são a Palavra de HASHEM (O AQUILO INFINITO: A REALIDADE INFINITA). A Palavra de HASHEM é a Bíblia JUDAICA (Torá/Neviim/Ketuvim), e ela é ETERNA e IMUTÁVEL, como HASHEM é ETERNO e IMUTÁVEL.
E pode-se também afirmar que o kardecismo, o maometismo ou o jesusismo/yeshuanismo adoram a deus, mas certamente não adoram a HASHEM. A adoração de HASHEM é aquela que é fundamentada nos Princípios da Fé JUDAICA.
A Bíblia JUDAICA (Torá/Neviim/Ketuvim) não fala de Alan Kardec, nem de Muhammad (Maomé) e nem de Jesus ou Yeshua. A Bíblia JUDAICA (Torá/Neviim/Ketuvim) não fala de supervisores kardecistas, nem de supervisores maometistas, e nem de supervisores jesusistas (padres, pastores, bispos, missionários, etc). Na Bíblia JUDAICA (Torá/Neviim/Ketuvim) não existem centros espíritas, nem mesquitas e nem igrejas.