É O JUDEU (e não o não-judeu) QUEM DEFINE O QUE É JUDEU E QUEM É JUDEU.

É O JUDEU (e não o não-judeu) QUEM DEFINE O QUE É JUDEU E QUEM É JUDEU.
OS JUDEUS SÃO OS QUE SABEM QUEM É JUDEU E QUEM NÃO O É.
É O JUDEU (e não o não-judeu) QUEM DEFINE O QUE É JUDEU E QUEM É JUDEU.

http://www.pt.chabad.org/library/article_cdo/aid/1216626/jewish/Quem-Judeu.htm


______________________________________________________________________________


[Blog (todo) revisado em 17/10/13.]

"[Em breve,] toda a Terra estará repleta do conhecimento de HASHEM, assim como as águas cobrem o mar."
- Ieshaiáhu (Livro Judaico do Profeta Judeu Isaías) 11:9

A vida é um aprendizado para todos, sem exceção, sempre, e para sempre. E se aprende ou pelo amor ou pela dor.
- O Blog

"O judaísmo identifica-se como um ato de D-us na história da humanidade."
- Herman Wouk

"Os 10 Mandamentos foram uma revelação única na história da humanidade. [Ela foi] ouvida por todo o povo judeu (aproximadamente 3 milhões de pessoas) aos pés do Monte Sinai ... . Israel é o povo que revela a vontade de D-us. Tem por tarefa e objetivo ser o coração da humanidade, uma fonte de vida espiritual para os outros povos."
- Raphael Shammaho

"Feliz é a nação cujo D-us é HASHEM, o povo que 'ELE' escolheu para Sua propriedade. Pois D-us escolheu Yaacov para SI, Israel como Seu tesouro. Feliz é o povo cujo D-us é HASHEM."
- Tehilim (Livro Judaico dos Salmos) 33:12; 135:4; 144:15

"Envia Tua luz e Tua verdade, que elas me conduzam; elas me trarão ao monte do Teu Santuário [o Judaísmo] e às Tuas moradas [os judeus]. Então ... eu Te louvarei ..., ó D-us, meu D-us!"
- Tehilim (Livro Judaico dos Salmos) 43:3, 4

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Conhecendo a realidade

Você é real? Sim, você é real. Eu sou real. A humanidade é real. E também a natureza é real. O mundo é real. O universo é real. Somos reais, mas significa isso que somos a realidade? Não. Não somos a realidade. A realidade independe da humanidade. Nascemos e falecemos e a realidade continua, permanece. A realidade já existia antes do surgimento da humanidade e ainda que a humanidade viesse a desaparecer por completo, a realidade continuaria existindo. A humanidade existe mas surpreendentemente ela não decidiu existir. Do mesmo modo o universo. O universo existe mas não decidiu existir. Portanto, o universo também não é a realidade. A realidade independe do universo. Alguma coisa já existia antes mesmo do surgimento do universo: a realidade.

Quer dizer então que a realidade pensa? Que a realidade toma decisões? Que a realidade tem vontade própria? Que a realidade aje? Sim, isso mesmo. A realidade é viva e consciente. A realidade planejou e construiu o universo e a humanidade. Só que quanto à própria realidade, ela sempre existiu e ela sempre existirá. A realidade não teve começo, e não terá fim. Ela nunca nasceu, e ela nunca morrerá. A realidade (e somente, exclusivamente, ela) é incriada e imortal, é sempiterna, é eterna, é toda-infinita. Naturalmente que com esses atributivos, a realidade só pode e deve ser incorpórea, ela não tem nenhum tipo de corpo. E não tendo nenhum tipo de corpo, consequentemente a realidade não tem nenhum tipo de forma (aparência, figura, imagem). A realidade não é uma pessoa e não se parece com uma pessoa. E não tendo nenhum tipo de corpo e nenhum tipo de forma, consequentemente a realidade não tem gênero. A realidade não é masculina e não é feminina. A realidade não é (um) homem. A realidade não é (uma) mulher. A realidade não é humana. A realidade nunca foi humana e a realidade nunca será humana. A realidade é inimaginável.

Se antes do surgimento do universo tudo o que havia era somente a realidade toda-infinita, onde ela ficava? E onde ela está agora? A realidade não ficava e não está em nenhum lugar específico. (Da mesma maneira que a realidade não tem corpo, e não tem forma, e não tem gênero..., ela também não tem lugar.) Já o universo foi construído em algum lugar. Onde? Na própria realidade. A realidade é o lugar de todo o universo, de toda a vida, de toda a inteligência, de toda a humanidade. A realidade abrange todos os lugares e todos os lugares estão na realidade, estão dentro dela. A realidade é o lugar de todos os lugares. A realidade é o lugar de tudo. A realidade está em tudo porque tudo está na realidade porque a realidade está além de tudo.

Nada em absoluto se compara ou se parece com a realidade. Nada em absoluto é igual ou equivalente a realidade. A realidade é única, é uma só, é sozinha no que é e no que faz. A realidade também é imutável. A construção do universo e da humanidade não causou nenhuma alteração, nenhuma modificação, à realidade, nenhum tipo de acréscimo ou de redução a ela, nenhum benefício e nenhum prejuízo. A construção do universo e da humanidade não trouxe nenhum conhecimento adicional à realidade. A realidade não tem nenhum tipo de aprendizado, nunca. A nossa existência (bem como a do universo) não significa que a realidade teve ou tinha a obrigação de nos criar e nem que a realidade precisava de nós. A realidade nos criou apenas porque foi isso o que ela quis fazer, ou seja, foi simplesmente por causa da sua livre e espontânea vontade que a realidade nos criou.

No geral, as pessoas entendem que existe a realidade e que existe D-us que, como nós, também fica dentro da realidade. D-us não é um ser que existe em algum lugar dentro da realidade. D-us não existe na realidade. D-us é a realidade. Portanto, para conhecermos a realidade, não devemos perguntar "O que é realidade?" e sim "Quem é realidade?" Realidade é HASHEM (O AQUILO INFINITO, D-us). HASHEM não está na realidade. HASHEM é a realidade. HASHEM está em todos os lugares porque todos os lugares estão em HASHEM. HASHEM é o Lugar onde todas as coisas (o espaço, o tempo, a distância, a direção, a movimentação, o universo..., enfim, tudo) existem. HASHEM é o Lugar onde nós existimos. Todos nós existimos em HASHEM. Todos os humanos e todas as coisas estão dentro de HASHEM. Nada em absoluto está fora de HASHEM.

Os cultos religiosos (as religiões) existem porque não conhecem a realidade, não sabem Quem é a realidade. Se A conhecessem, não existiriam. Os cultos religiosos (as religiões) querem monopolizar a própria realidade. Quando um culto religioso (religião) monopoliza a realidade, ele A diminui, tornando-A do seu tamanho. Mas a realidade não é propriedade de nenhum culto religioso (religião). A realidade é muito maior do que um culto religioso específico (religião específica). A realidade é muito maior do que qualquer culto religioso (religião). A realidade é muito maior do que todos os cultos religiosos (religiões). A Realidade é a Única Suprema Criadora de todas as coisas, Mãe Suprema de toda a humanidade, sem exceção. A Realidade é AQUILO que é foi e sempre será, que tudo abrange e preenche, HASHEM.