É O JUDEU (e não o não-judeu) QUEM DEFINE O QUE É JUDEU E QUEM É JUDEU.

É O JUDEU (e não o não-judeu) QUEM DEFINE O QUE É JUDEU E QUEM É JUDEU.
OS JUDEUS SÃO OS QUE SABEM QUEM É JUDEU E QUEM NÃO O É.
É O JUDEU (e não o não-judeu) QUEM DEFINE O QUE É JUDEU E QUEM É JUDEU.

http://www.pt.chabad.org/library/article_cdo/aid/1216626/jewish/Quem-Judeu.htm


______________________________________________________________________________


[Blog (todo) revisado em 17/10/13.]

"[Em breve,] toda a Terra estará repleta do conhecimento de HASHEM, assim como as águas cobrem o mar."
- Ieshaiáhu (Livro Judaico do Profeta Judeu Isaías) 11:9

A vida é um aprendizado para todos, sem exceção, sempre, e para sempre. E se aprende ou pelo amor ou pela dor.
- O Blog

"O judaísmo identifica-se como um ato de D-us na história da humanidade."
- Herman Wouk

"Os 10 Mandamentos foram uma revelação única na história da humanidade. [Ela foi] ouvida por todo o povo judeu (aproximadamente 3 milhões de pessoas) aos pés do Monte Sinai ... . Israel é o povo que revela a vontade de D-us. Tem por tarefa e objetivo ser o coração da humanidade, uma fonte de vida espiritual para os outros povos."
- Raphael Shammaho

"Feliz é a nação cujo D-us é HASHEM, o povo que 'ELE' escolheu para Sua propriedade. Pois D-us escolheu Yaacov para SI, Israel como Seu tesouro. Feliz é o povo cujo D-us é HASHEM."
- Tehilim (Livro Judaico dos Salmos) 33:12; 135:4; 144:15

"Envia Tua luz e Tua verdade, que elas me conduzam; elas me trarão ao monte do Teu Santuário [o Judaísmo] e às Tuas moradas [os judeus]. Então ... eu Te louvarei ..., ó D-us, meu D-us!"
- Tehilim (Livro Judaico dos Salmos) 43:3, 4

domingo, 14 de junho de 2015

Messianismo, messiânico, meshichista. É o judaísmo uma "seita messiânica"?

Ocupar-se tanto no tema da redenção e da vinda do Mashiach não desprende um pouco de cheiro de seita messiânica?
Vivemos em uma geração de "slogans", nem sempre com um significado claro. A palavra "messiânico" sai de nós, os judeus, a diferentes contextos e a certos círculos e se transforma em uma palavra grosseira. Esta confusão conceitual se acentua ainda mais com o fato, que grupos evangelizadores, missionários cristãos se autodefinem como "judeus messiânicos", e como consequência a palavra "messiânico" adquiri um som não judaico. Por isso, deixemos de lado os "slogans" e falemos da essência do conceito. A fé na redenção-libertação universal que chegará através do Mashiach é um dos princípios do judaísmo. Todo o Tanach está cheio de profecias sobre a redenção. Maimônides a enumera como o princípio número 12 dos 13 princípios da fé judaica. Os livros de rezas judaicas tem incrustado do princípio ao fim orações e pedidos pela redenção. Os sábios da Torá Oral transmitem que uma das perguntas que recebe a pessoa quando chega ao "mundo da verdade" é: "Aguardaste a salvação?" Assim também afirma o Talmud: "É obrigação do judeu trabalhar para a aceleração da redenção e para a construção do terceiro Beit HaMikdash, e quem não viveu a reconstrução em seus dias é como se houvesse destruído durante sua vida."
Se isto é "messiânico" ou "messianismo", pois então o judaísmo é uma "religião" muito messiânica.
O fato que utilizam a palavra "Messias" (Mashiach) com usos imprópios, começando pelo cristianismo que argumenta que quem gerou sua religião era um "messias", e seguindo pelos falsos messias que surgiram ao longo das gerações e trataram de anular distintas mitsvot com o argumento que o messias já veio, e finalizando com grupos nas últimas gerações que buscaram tomar para si mesmos as missões do messias e gerar eles mesmos a redenção; não há em tudo isto algo como para desapropriar do judaísmo o conteúdo original e real do conceito.
Nós judeus cremos na vinda do Mashiach, aguardamos sua chegada, elevamos orações para terminar com os "cheblei Mashiach", as dores de parto que estamos vivendo e estamos obrigados a tudo para revelar a redenção e produzir que ela venha com facilidade e alegria.

(VIENEMASHIACH.)

Traduzido do espanhol por
"Bnei Noach"/"Noahides"/"Noa[rri]das" estudando a bíblia JUDAICA ou Tanach (obviamente, de acordo com o Judaísmo).