É O JUDEU (e não o não-judeu) QUEM DEFINE O QUE É JUDEU E QUEM É JUDEU.

É O JUDEU (e não o não-judeu) QUEM DEFINE O QUE É JUDEU E QUEM É JUDEU.
OS JUDEUS SÃO OS QUE SABEM QUEM É JUDEU E QUEM NÃO O É.
É O JUDEU (e não o não-judeu) QUEM DEFINE O QUE É JUDEU E QUEM É JUDEU.

http://www.pt.chabad.org/library/article_cdo/aid/1216626/jewish/Quem-Judeu.htm


______________________________________________________________________________


[Blog (todo) revisado em 17/10/13.]

"[Em breve,] toda a Terra estará repleta do conhecimento de HASHEM, assim como as águas cobrem o mar."
- Ieshaiáhu (Livro Judaico do Profeta Judeu Isaías) 11:9

A vida é um aprendizado para todos, sem exceção, sempre, e para sempre. E se aprende ou pelo amor ou pela dor.
- O Blog

"O judaísmo identifica-se como um ato de D-us na história da humanidade."
- Herman Wouk

"Os 10 Mandamentos foram uma revelação única na história da humanidade. [Ela foi] ouvida por todo o povo judeu (aproximadamente 3 milhões de pessoas) aos pés do Monte Sinai ... . Israel é o povo que revela a vontade de D-us. Tem por tarefa e objetivo ser o coração da humanidade, uma fonte de vida espiritual para os outros povos."
- Raphael Shammaho

"Feliz é a nação cujo D-us é HASHEM, o povo que 'ELE' escolheu para Sua propriedade. Pois D-us escolheu Yaacov para SI, Israel como Seu tesouro. Feliz é o povo cujo D-us é HASHEM."
- Tehilim (Livro Judaico dos Salmos) 33:12; 135:4; 144:15

"Envia Tua luz e Tua verdade, que elas me conduzam; elas me trarão ao monte do Teu Santuário [o Judaísmo] e às Tuas moradas [os judeus]. Então ... eu Te louvarei ..., ó D-us, meu D-us!"
- Tehilim (Livro Judaico dos Salmos) 43:3, 4

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Ascensão do mashiach?

É interessante observar que dos quatro evangelhos, somente os evangelhos de Lucas e de Marcos é que mencionam a “ascensão” de Jesus. Os evangelhos de Mateus e de João não mencionam esse acontecimento. Tanto Lucas quanto Marcos descrevem esse acontecimento em um único versículo, e não afirmam que seja o cumprimento de alguma profecia da Bíblia Judaica ou Tanach, até porque, uma vez que o surgimento do mashiach é único, é definitivo, para acabar com o pecado, com a maldade, com o sofrimento e mesmo com a morte, consequentemente, ele não morrerá, e, obviamente, não será ressuscitado e nem ascenderá ao céu (o céu não necessita de mashiach, daí que ele não teria nenhuma utilidade lá, mas a Terra necessita do mashiach, daí que Só aqui, na Terra, que ele será útil), portanto, não existe NENHUMA profecia sobre ascensão (como tampouco sobre traição, morte e/ou ressurreição) do mashiach. (Marcos 16:19; Lucas 24:51) A vinda do mashiach não ocasionará Nenhuma transferência do corpo humano para o céu, "pois... [ADONAI*] que criou os céus - Ele, que verdadeiramente é Deus,... formou a terra e a estabeleceu, não para ser deserta e, sim, para ser habitada", porque "de [ADONAI*] são os céus, mas aos homens Ele entregou a terra."
Ieshaiáhu (Isaías) 45:18; Tehilim (Salmos) 115:16

"Saiba que os perversos serão abatidos, mas os que esperam em [ADONAI*], eles herdarão a terra. E os humildes herdarão a terra e deleitar-se-ão com a paz completa. Os Seus [do CRIADOR] abençoados herdarão a terra, e os que Ele amaldiçoar perecerão. Os justos herdarão a terra e habitarão para sempre. Espera em [ADONAI*] e guarda o Seu caminho, então Ele te elevará para herdar a terra e contemplar a ruína dos maus."
Tehilim (Salmos) 37:9, 11, 22, 29, 34

"Do teu povo, todos serão justos, [e] eles herdarão a terra para sempre." "O Santíssimo de Israel será reconhecido como Deus de toda a terra."
Ieshaiáhu (Isaías) 60:21; 54:5

"Será, então, que chamarão Jerusalém de trono de [ADONAI*], e a ela virão todas as nações para se unirem ao nome de [ADONAI*], em Jerusalém".

Irmiáhu (Jeremias) 3:17



Bíblia Hebraica por David Gorodovits e Jairo Fridlin, Editora & Livraria Sêfer.

* Ocorrências do "NOME" (na verdade, da REFERÊNCIA ou ALUSÃO) DO AQUILO INFINITO. ESTE "NOME" é cognominado de “Tetragrama”, “que tem quatro letras”. Estas letras são Y, H, V, H. ESTE "NOME" ocorre 6.823 vezes no hebraico da bíblia Judaica ou Tanach. É necessário saber que não devemos dizer ESTE "NOME", pronunciando-o como escrito. ESTE "NOME" tem de ser pronunciado (na leitura bíblica e de rezas) como ADONAI (= MEU MESTRE). Quando nos referimos ao AQUILO INFINITO pelo Seu "NOME" (REFERÊNCIA/ALUSÃO) Particular (fora da leitura bíblica e de rezas), O chamamos HASHEM (= O NOME).