É O JUDEU (e não o não-judeu) QUEM DEFINE O QUE É JUDEU E QUEM É JUDEU.

É O JUDEU (e não o não-judeu) QUEM DEFINE O QUE É JUDEU E QUEM É JUDEU.
OS JUDEUS SÃO OS QUE SABEM QUEM É JUDEU E QUEM NÃO O É.
É O JUDEU (e não o não-judeu) QUEM DEFINE O QUE É JUDEU E QUEM É JUDEU.

http://www.pt.chabad.org/library/article_cdo/aid/1216626/jewish/Quem-Judeu.htm


______________________________________________________________________________


[Blog (todo) revisado em 17/10/13.]

"[Em breve,] toda a Terra estará repleta do conhecimento de HASHEM, assim como as águas cobrem o mar."
- Ieshaiáhu (Livro Judaico do Profeta Judeu Isaías) 11:9

A vida é um aprendizado para todos, sem exceção, sempre, e para sempre. E se aprende ou pelo amor ou pela dor.
- O Blog

"O judaísmo identifica-se como um ato de D-us na história da humanidade."
- Herman Wouk

"Os 10 Mandamentos foram uma revelação única na história da humanidade. [Ela foi] ouvida por todo o povo judeu (aproximadamente 3 milhões de pessoas) aos pés do Monte Sinai ... . Israel é o povo que revela a vontade de D-us. Tem por tarefa e objetivo ser o coração da humanidade, uma fonte de vida espiritual para os outros povos."
- Raphael Shammaho

"Feliz é a nação cujo D-us é HASHEM, o povo que 'ELE' escolheu para Sua propriedade. Pois D-us escolheu Yaacov para SI, Israel como Seu tesouro. Feliz é o povo cujo D-us é HASHEM."
- Tehilim (Livro Judaico dos Salmos) 33:12; 135:4; 144:15

"Envia Tua luz e Tua verdade, que elas me conduzam; elas me trarão ao monte do Teu Santuário [o Judaísmo] e às Tuas moradas [os judeus]. Então ... eu Te louvarei ..., ó D-us, meu D-us!"
- Tehilim (Livro Judaico dos Salmos) 43:3, 4

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Tanach não menciona morte e/ou ressurreição do mashiach

Por ocasião da vinda do mashiach, O AQUILO INFINITO (popularmente chamado de D-US) destruirá “a morte para sempre e enxugará as lágrimas de todas as faces;... pois assim determinou [ADONAI*]", que "não é homem para que minta...; se Ele disse, não o fará? E tendo falado, não o cumprirá?" E então, "reviverão teus mortos", "pois de Ti [O AQUILO INFINITO] provém a fonte da vida", porque "nem os mortos nem os que descem à região do silêncio podem louvar a [ADONAI*]. Mas nós [os vivos, e aí se incluirão os ressuscitados,] bendiremos a [ADONAI*], desde agora e para todo o sempre." "Os vivos, sim, os vivos Te louvarão como eu o faço hoje."
Bamidbar (Números) 23:19; Ieshaiáhu (Isaías) 25:8; 26:19; 38:18 e 19; Tehilim (Salmos) 36:10; 115:17 e 18
Isso só pode significar que:

1. o mashiach ainda não veio (pois a morte ainda não foi destruída por D'US);

2. a Ressurreição ainda não aconteceu, quer dizer, O AQUILO INFINITO ainda não ressuscitou a (absolutamente) NINGUÉM;

3. se com o aparecimento do mashiach, O AQUILO INFINITO destrói a morte, consequentemente, o mashiach não morre/morrerá (nem morre nem é ressuscitado [afinal, o mashiach estabelecerá a Adoração do D'US do Tanach, HASHEM, em toda a Terra, e como "ELE" é Eterno, a Sua Adoração (por parte do próprio mashiach e então de toda a humanidade), obviamente, também tem de ser eterna], nem ascende ao céu [afinal, o céu não necessita de mashiach], e nem volta (ou vem pela segunda vez) [não existem duas vindas do mashiach, a sua vinda é única, absoluta e definitiva]).

"Um rebento [o mashiach] sairá do trono de Ishai [Jessé] e um ramo de suas raízes brotará. [Ele] destruirá os ímpios. Não causarão dano e nada destruirão em Meu santo Monte, porque a terra estará repleta do conhecimento de [ADONAI*], como as águas cobrem o mar. E o descendente de Ishai [Jessé] será como um estandarte para todos os povos. A ele acorrerão todas as nações, e será glorioso o lugar de sua moradia." "Nações se encaminharão para a tua luz [de Jerusalém], e os reis para o brilho do teu resplendor. Estrangeiros edificarão os teus muros, e seus reis te servirão; ... pois a nação e o reino que não te servirem perecerão; estas nações serão de todo arruinadas. ... Chamar-te-ão 'A Cidade de [ADONAI*]', Tsión do Santíssimo de Israel. Não se porá mais o teu sol [ie, teu reino (do mashiach)], nem a tua lua [ie, teu governo (do mashiach)] se retirará, porque [ADONAI*] será a tua luz perpétua". "E [ao Monte da Casa de ADONAI*,] afluirão todas as nações... e dirão: '... Ele [ADONAI*, o Deus de Jacob,] nos ensinará Seus caminhos e por eles seguiremos, pois de Tsión virá o ensinamento da Torá e de Jerusalém a palavra de [ADONAI*]!' Ele orientará as causas entre as nações e estabelecerá Suas decisões entre muitos povos. Converterão então as suas espadas em arados e suas lanças em foices. E cada nação não levantará contra outra suas espadas, e não mais aprenderão a arte da guerra. Desaparecerão totalmente os ídolos." "[Destruirá] a morte para sempre e enxugará as lágrimas de todas as faces; ... pois assim determinou [ADONAI*]." "Neste dia o homem se voltará para seu Criador e seus olhos buscarão o Santíssimo de Israel. [ADONAI*] dos Exércitos é o Seu Nome; teu Redentor, o Santíssimo de Israel será reconhecido como Deus de toda a terra."
Ieshaiáhu (Isaías) 11:1, 4, 9, 10; 60:1, 3, 10, 12, 14, 19, 20; 2:1 ao 4, 18; 25:8; 17:7; 54:5

Bíblia Hebraica por David Gorodovits e Jairo Fridlin, Editora & Livraria Sêfer.

* Ocorrências do "NOME" (na verdade, da REFERÊNCIA ou ALUSÃO) DO AQUILO INFINITO. ESTE "NOME" é cognominado de “Tetragrama”, “que tem quatro letras”. Estas letras são Y, H, V, H. ESTE "NOME" ocorre 6.823 vezes no hebraico da bíblia Judaica ou Tanach. É necessário saber que não devemos dizer ESTE "NOME", pronunciando-o como escrito. ESTE "NOME" tem de ser pronunciado (na leitura bíblica e de rezas) como ADONAI (= MEU MESTRE). Quando nos referimos ao AQUILO INFINITO pelo Seu "NOME" (REFERÊNCIA/ALUSÃO) Particular (fora da leitura bíblica e de rezas), O chamamos HASHEM (= O NOME).

Sobre Isaías 7:14 por Francolino J. Gonçalves

Em "«Eis que a Virgem conceberá e dará à luz um filho», Mateus segue a LXX, a única forma do texto de Is 7,14 que usa o termo parthénos «virgem». Em hebraico lê-se 'almâh, substantivo que designa uma jovem em idade núbil ou já casada. Na maior parte dos seus empregos bíblicos, 'almâh designa de fato uma jovem virgem mas o termo não implica necessariamente essa qualidade. Traduzindo o termo por parthénos, a LXX especificou-lhe o sentido transformando a jovem numa virgem, conceito esse que se expressaria em hebraico por betulâh."
"Seja qual for a identidade da mãe e do filho, não há dúvida de que Isaías falava de uma jovem do seu tempo que estava prestes a conceber e a dar à luz um filho. Nada indica que Isaías se referia de alguma maneira a um acontecimento de um futuro distante. ...[Mas,] para o Evangelista, o anúncio de Is 7,14 cumpriu-se com o nascimento de Jesus, ocorrido cerca de sete séculos e meio mais tarde. A referência aos acontecimentos do tempo de Isaías contida no texto está fora do horizonte de Mateus.
Dissemos que Mt 1,18-25 se destina a mostrar que Jesus foi engendrado pelo Espírito Santo. A convicção de que Jesus foi engendrado pelo Espírito Santo será uma conclusão que Mateus tirou de Is 7,14? Nada sugere que tal seja o caso. Pelo contrário, tudo indica que a dita convicção é o ponto de partida do raciocínio de Mateus e não teve origem em Is 7,14."
"É claro que só quem partilha a fé de Mateus e da sua comunidade a respeito de Jesus pode partilhar também a sua leitura de Is 7,14."

– FRANCOLINO J. GONÇALVES.

Era Messiânica e a Disseminação do Conhecimento Divino

A inauguração da Era Messiânica se dará com a distinção dentro do Povo de D'US entre o Seu adorador e aquele que não O adora:

“Voltareis a discernir entre o justo e o malvado, e entre o que serve a Deus e o que não O serve. Pois, aproxima-se o dia que se abrasará como um forno, no qual todos os ímpios e malévolos serão como a palha; e neste dia serão queimados a tal ponto – diz [ADONAI*] dos Exércitos – que deles não sobrará nem raiz nem ramo algum.”
Malachi (Malaquias) 3:18, 19

O Povo de D'US, os judeus, serão reunidos de todas as partes do mundo e, antes de entrarem na Terra de Israel, serão julgados, de modo que então haverão somente justos, purificados, e entrarão e morarão eternamente ali, e sobre todos eles HASHEM derramará seu espírito, afim de que a partir dali (da Terra de Israel) o Conhecimento Divino preencha todo o mundo:

“Porque assim disse [ADONAI*] Deus: Eis que Eu mesmo buscarei Minhas ovelhas e as reunirei. E as recolherei dentre os povos de sua dispersão, as trarei dos países para onde foram, voltarei a reuni-las em sua própria terra... Meus julgamentos emitirei nas questões entre uma ovelha e outra, e entre carneiros e cabritos. Portanto, assim disse [ADONAI*] Deus: Eu mesmo hei de julgar entre a ovelha gorda e a magra. E saberão que Eu, [ADONAI*], seu Deus, estou em seu meio, e que eles, a Casa de Israel, são o Meu povo – diz [ADONAI*] Deus.”
Iechezkel (Ezequiel) 34:11, 13, 17, 20, 30
“Eu vos tirarei do meio dos povos, e vos recolherei dos países onde estais espalhados,... e vos levarei ao deserto dos povos e ali vos julgarei face a face. E farei com que passeis pela vara e vos passarei pela transmissão da aliança, e purgarei de vós os rebeldes e os que transgridem os Meus preceitos. Tirá-los-ei da terra onde vivem, mas não entrarão na terra de Israel; e sabereis assim que Eu sou [ADONAI*]! Porquanto no Meu santo monte, no monte mais alto de Israel – diz [ADONAI*] Deus – ali toda a Casa de Israel, todos eles, Me servirão na terra.”
Iechezkel (Ezequiel) 20:34, 35, 37, 38, 40

“Neste tempo, naqueles dias – diz [ADONAI*] – buscarão a iniquidade de Israel, mas ela não estará lá, e os pecados de Judá, mas não serão encontrados, porque perdoarei aos que Eu permitir sobreviver.”
Irmiáhu (Jeremias) 50:20; 33:8

“E acontecerá que, naquele dia,... vós, filhos de Israel, sereis recolhidos um a um! E nesse dia... virão adorar [ADONAI*] no sagrado monte de Jerusalém.”
“E os que restarem do teu povo, todos serão justos, eles herdarão a terra para sempre.”
“Vós... sereis chamados de sacerdotes do [ADONAI*] e sereis aclamados como ministros de nosso Deus”.
“E te chamarão de ‘Povo Sagrado’, os remidos de [ADONAI*]; e tu (Tsión) serás chamada ‘A Procurada’, cidade nunca mais esquecida.”
Ieshaiáhu (Isaías) 27:12, 13; 60:21; 61:6; 62:12
“Pois vos buscareis dentre todas as nações, vos recolherei de todos os países e vos trarei à vossa terra. Então aspergirei sobre vós água limpa, e sereis purificados de todas as vossas impurezas, e de todas as vossas impurezas e idolatrias Eu vos purificarei. Dar-vos-ei também um novo coração, e vos infundirei um novo espírito, e tirarei da vossa carne o coração de pedra, e vos darei um coração de carne. Porei em vós o Meu espírito, e farei com que saibais seguir Meus estatutos e cumprir Meus juízos.”
“Estenderei Meu espírito sobre a Casa de Israel – diz [ADONAI*] Deus.”
Iechezkel (Ezequiel) 36:24 ao 27; 39:28, 29
“E ocorrerá então que derramarei Meu espírito sobre toda carne, e vossos filhos e vossas filhas profetizarão, vossos anciãos terão revelações e sonhos, e visões ocorrerão a vossos jovens.”
Ioêl 3.1
“Hei de resgatá-los de todos os países para onde os dispersei em Minha ira e em Minha indignação e trazê-los de volta a [terra de Israel], onde os assentarei em segurança! Então serão o Meu povo e Eu serei o seu Deus! E dar-lhe-eis um coração e os conduzirei a um caminho, através dos quais mantenham para sempre seu temor por Mim, para seu bem e para o de seus descendentes depois deles. E estabelecerei com eles um pacto eterno, segundo o qual não mais Me apartarei deles, para sempre lhes proporcionar o bem; e imbuirei seus corações de temor a Mim, para que não mais se afastem de Mim.”
“Naquele tempo – diz [ADONAI*] – serei o Deus de todas as famílias de Israel, e eles serão o Meu povo.”
Irmiáhu (Jeremias) 32:37 ao 40; 30:25
“Palavras proféticas pronunciadas por Isaías ben Amóts, a respeito de Judá e Jerusalém. E ocorrerá no fim dos dias, que o Monte da Casa de [ADONAI*] se elevará acima de todas e se destacará dentre as colinas, e a ele afluirão todas as nações. A ele irão muitos povos e dirão: ‘Vinde e ascenderemos à montanha de [ADONAI*], à Casa do Deus do Jacob! Ele nos ensinará Seus caminhos e por eles seguiremos, pois de Tsión virá o ensinamento da Torá e de Jerusalém a palavra de [ADONAI*]!’ Desaparecerão totalmente os ídolos.”
“Porque a terra estará repleta do conhecimento de [ADONAI*], como as águas cobrem o mar.”
Ieshaiáhu (Isaías) 2:1 ao 3, 18; 11:9

Bíblia Hebraica por David Gorodovits e Jairo Fridlin; Editora & Livraria Sêfer; 2006.

* Ocorrências do "NOME" (na verdade, da REFERÊNCIA ou ALUSÃO) DO AQUILO INFINITO. ESTE "NOME" é cognominado de “Tetragrama”, “que tem quatro letras”. Estas letras são Y, H, V, H. ESTE "NOME" ocorre 6.823 vezes no hebraico da bíblia Judaica ou Tanach. É necessário saber que não devemos dizer ESTE "NOME", pronunciando-o como escrito. ESTE "NOME" tem de ser pronunciado (na leitura bíblica e de rezas) como ADONAI (= MEU MESTRE). Quando nos referimos ao AQUILO INFINITO pelo Seu "NOME" (REFERÊNCIA/ALUSÃO) Particular (fora da leitura bíblica e de rezas), O chamamos HASHEM (= O NOME).

A JUSTIÇA DIVINA NA ERA MESSIÂNICA

D'US não é um mero ser humano. D'US é O AQUILO INFINITO (chamado HASHEM). HASHEM é O Indivisível TODO-PODEROSO CRIADOR do Universo, O Juiz Supremo, O Único que conhece todos os pensamentos, sabe todas as intenções, e vê todas as atitudes de todos os seres humanos. Nada está oculto a "ELE". Será na Era Messiânica que se evidenciará a Justiça Divina:

"Assim disse [ADONAI*]: Maldito é o homem que confia somente no ser humano... e aparta de [ADONAI*] seu coração. Bendito é o homem que confia em [ADONAI*], e Dele espera sua ajuda. "Eu, [ADONAI*], esquadrinho o coração e examino o pensamento, para dar a cada um segundo os seus caminhos, segundo o fruto das suas obras."
"Meus olhos [os de D'US] miram todos os caminhos [dos seres humanos], de modo que não podem ocultar-se de Meu rosto nem sua iniqüidade pode ocultar-se de Meus olhos. ...Retribuirei em dobro sua iniqüidade e seus pecados".
"Ó [ADONAI*] Deus! Tu fizeste o céu e a terra... nada há que Te seja oculto. "Teu olhar se estende por sobre os caminhos trilhados pelos filhos dos homens, para dar a cada um segundo os caminhos que escolheram e os atos que praticaram."
Irmiáhu (Jeremias) 17:5, 7 e 10; 16:17 e 18; 32:17 e 19
"Somente por [ADONAI*], em silêncio, aguarda minha alma, pois Dele virá meu socorro. Em verdade, somente Ele é minha rocha, minha salvação, meu baluarte, que não me deixa desesperar jamais. "Somente por [ADONAI*] espera minha alma, em silêncio, pois Ele é que me traz a esperança... e por isto não desesperarei jamais. Uma vez falou Deus e duas lições escutei: o poder pertence a Deus, e a bondade é Tua, ó [ADONAI*] , pois Tu recompensas o homem conforme seus atos."
Tehilim (Salmos) 62:2, 3, 6, 7, 12 e 13

"Se disseres: 'Não sabíamos o que se passava', não o levaria em conta Aquele que sopesa os corações? Não o saberia Aquele que guarda tua alma? Não retribuirá Ele [D'US] a cada uma em acordo com suas ações? O mirar de [ADONAI*] alcança todos os lugares, vigiando o mau e o bom."
Mishlê (Provérbios) 24:12; 15:3

"Está longe de Deus a idéia de fazer maldades, e do Todo-Poderoso, de praticar iniqüidades! Porque somente a obra do ser humano é por Ele retribuída, fazendo a cada um encontrar o que merece, por seus caminhos. Sim! Com toda a certeza Deus não agirá com maldade nem perverterá a justiça."

→ Ióv (Jó) 34:10 ao 12

"[ADONAI*] esquadrinha todos os corações e entende os pensamentos de todo ser. "(Eu [DEUS]) não vejo como vê o homem, porque o homem vê o que está diante de seus olhos, mas [ADONAI*] olha para o coração. "Ó [ADONAI*], Deus de Israel!... ouve, pois, Tu nos céus, a sede da Tua habitação, e perdoa, faz e dá a cada um conforme todos os seus caminhos e conforme vires o seu coração, porque só Tu conheces o coração de todos os filhos dos homens."

Divrê Haiamim Alef (1 Crônicas) 28:9; Shemuel Alef (1 Samuel) 16:7; Melachim Alef (1 Reis) 8:23 e 39

"Palavra de [ADONAI*]": "Enviarei contra ti Minha ira, julgar-te-ei segundo teus caminhos e farei recair sobre ti todas as tuas abominações. Meu olhar não se compadecerá de ti, nem demonstrarei compaixão, pois farei recair sobre ti a conseqüência de teus caminhos e... sabereis que Eu sou [ADONAI*]. Assim disse [ADONAI*] Deus: Eis que vem sobre ti um mal, um mal singular. Com ele vem o fim. Desperta-se contra ti o mal que trará teu fim. Eis que está a vir. "Chegou o tempo (fixado). ... Dentro em pouco verterei sobre ti Minha ira, descarregarei Minha cólera, julgar-te-ei conforme teus caminhos e farei recair sobre ti a conseqüência de todas as tuas abominações. E o Meu olhar não se compadecerá de ti, nem manifestará qualquer compaixão. Tratar-te-ei conforme teus caminhos e tua abominação, e saberás que Eu, [ADONAI*], trago punição (para quem a merece). "Far-lhe-ei justiça conforme seus caminhos, e hei de julgá-los em acordo com seus hábitos, e saberão assim que Eu sou [ADONAI*]."

Iechezkel (Ezequiel) 7:1, 3 ao 9 e 27

"Ao justo e ao perverso, Deus trará julgamento, pois há um tempo para ponderar cada assunto e cada feito. "Com o caridoso[, Tu, D'US,] Te mostras benigno, com o íntegro Te mostras justo. Com o puro Te mostras reto, com o perverso Te mostras sutil."

Cohélet (Eclesiastes) 3:17; Tehilim (Salmos) 18:26 e 27
"Os caminhos do ser humano estão sob os olhos de [ADONAI*] e é Ele que avalia seus passos. Comerão dos frutos conseqüentes a seu caminho".
Mishlê (Provérbios) 5:21; 1: 31

Todos os versículos são da Bíblia Hebraica por David Gorodovits e Jairo Fridlin, Editora & Livraria Sêfer, 2006.

* Ocorrências do "NOME" (na verdade, da REFERÊNCIA ou ALUSÃO) DO AQUILO INFINITO. ESTE "NOME" é cognominado de “Tetragrama”, “que tem quatro letras”. Estas letras são Y, H, V, H. ESTE "NOME" ocorre 6.823 vezes no hebraico da bíblia Judaica ou Tanach. É necessário saber que não devemos dizer ESTE "NOME", pronunciando-o como escrito. ESTE "NOME" tem de ser pronunciado (na leitura bíblica e de rezas) como ADONAI (= MEU MESTRE). Quando nos referimos ao AQUILO INFINITO pelo Seu "NOME" (REFERÊNCIA/ALUSÃO) Particular (fora da leitura bíblica e de rezas), O chamamos HASHEM (= O NOME).

Sobre Zechariá (Zacarias) 9:9 e 10

Os evangelhos de Mateus 21:1 a 11 e João 12:12 a 16 afirmam que a profecia de Zacarias, do capítulo 9, versículos 9 e 10, foi cumprida quando "Jesus estava chegando a Jerusalém" e "encontrou um jumentinho e nele montou" (Bíblia Mensagem de Deus, Edições Loyola, 1989). Ora, qualquer pessoa (em qualquer época) pode ser chamada (por outros) rei e montar um jumento e dessa maneira entrar em Jerusalém afirmando estar cumprindo a profecia de Zacarias. Ainda assim essa seria uma ínfima parte da profecia, pois Zacarias deixa claro que para as filhas de Sião e Jerusalém virá o seu "rei", quando então D'US destrói todos os armamentos da terra, e o "rei" estabelece a paz com todas as nações, estendendo as bênçãos do seu reino 'até os confins da terra.' E como se sabe indiscutivelmente, não existe na História o registro de um 'rei de Israel' (supostamente do século 1 da nossa era) chamado 'Jesus (Ieshúa) de Nazaré' ou 'Jesus Filho de José'. Jesus nunca foi rei do povo de D'US na Terra de Israel, e por isso mesmo NÃO cumpriu a profecia de Zacarias 9:9, 10, porque ele não é o mashiach. Quando o (verdadeiro) mashiach surgir, sua identidade será revelada indubitavelmente pelo cumprimento de TODOS os detalhes da profecia de Zacarias 9:9 e 10 (e de outras):

"... filha de Sião..., filha de Jerusalém", "eis que teu rei vem a ti;... e ele proclamará a paz às nações. Seu domínio estender-se-á do mar ao mar, e do rio Eufrates até os confins da terra."
Bíblia Mensagem de Deus, Edições Loyola, 1989.

"... filha de Sião,... filha de Jerusalém," "agora o teu rei está chegando" e sua "palavra é de paz para as nações. O seu reino vai de um mar até o outro, do rio Eufrates até a extremidade do país."

"... ó filha de Sião;... ó filha de Jerusalém; eis que o teu rei virá a ti,... e ele anunciará paz aos gentios; e o seu domínio se estenderá de mar a mar, e desde o rio até às extremidades da terra."
Almeida Corrigida e Revisada Fiel ( http://www.bibliaonline.com.br/acf/zc/9 ).

"... ó filha de Sião;... ó filha de Jerusalém; eis que vem a ti o teu rei; ele é justo e traz a salvação;... ele anunciará paz às nações; e o seu domínio se estenderá de mar a mar, e desde o Rio até as extremidades da terra."
Almeida Revisada Imprensa Bíblica Brasileira ( http://www.bibliaonline.com.br/aa/zc/9 ).

"... ó filha de Sião;... ó filha de Jerusalém: eis aí te vem o teu Rei" e ele "anunciará paz às nações; o seu domínio se estenderá de mar a mar e desde o Eufrates até às extremidades da terra."
Almeida Revista e Atualizada ( http://www.bibliaonline.com.br/ra/zc/9 ).

"... ó filha de Sião;... ó filha de Jerusalém; eis que o teu rei virá a ti,... e ele anunciará paz às nações; e o seu domínio se estenderá de {um} mar a {outro} mar e desde o rio até às extremidades da terra."
Almeida Revista e Corrigida (1995) ( http://www.bibliaonline.com.br/rc/zc/9 ).

"... filha de Sião;... filha de Jerusalém; eis que vem a ti o teu rei. Ele é justo, e trás a salvação; ele... anunciará a paz às nações; o seu domínio se estenderá de mar a mar, e desde o Rio até as extremidades da terra."
Sociedade Bíblica Britânica ( http://www.bibliaonline.com.br/tb/zc/9 ).

"... cidade de Sião..., cidade de Jerusalém,... agora o seu rei está chegando". "Anunciará paz a todas as nações, e o seu domínio irá de mar a mar, do rio Eufrates até os confins da terra."
Edição Pastoral ( http://www.paulus.com.br/BP/_PUV.HTM ).

"... ó filha de Sião... ó filha de Jerusalém. Eis que vem a ti o teu próprio rei. ...E ele falará realmente de paz às nações; e seu domínio será de mar a mar e desde o Rio até os confins da terra."
Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas ( http://www.watchtower.org/t/biblia/zec/chapter_009.htm ).

"... filha de Sião,... filha de Jerusalém; eis que vem a ti o teu rei". "Ele proclamará a paz entre as nações, seu império estender-se-á de um mar ao outro, desde o rio até as extremidades da terra."

"Alegre-se muito, povo de Sião! Moradores de Jerusalém, cantem de alegria, pois o seu rei está chegando. ... Ele fará com que as nações vivam em paz; o seu reino irá de um mar a outro, e desde o rio Eufrates até os fins da terra."
Nova Tradução da Linguagem de Hoje ( http://www.biblianet.com.br/bibliaonline/ntlh/zacarias/9.html ).

"... ó filha de Tsión!... ó filha de Jerusalém! Eis que para ti se encaminha teu justo rei,... e ele falará somente de paz às nações. Seu domínio se estenderá de um mar a outro, e desde o rio (Eufrates) até os confins da terra."
Bíblia Hebraica por David Gorodovits e Jairo Fridlin; Editora & Livraria Sêfer; 2006.

Hoshêa (Oséias) 11:1 e Ieshaiáhu (Isaías) 7:14 por E. Araújo

O “novo testamento” aplica "Hoshea [Oséias] 11:1 ao menino Jesus, em sua fuga para o Egito, apresentada apenas no Evangelho de Mateus como uma determinação dada por meio de um anjo, em sonho, a José (Mateus 2:13-15). Segundo a narrativa, D-us não teria encontrado outro meio para salvar o "Seu Filho", senão pela violação de Sua Torah, na qual o Eterno determina que, entre os deveres de um rei judeu, está a proibição de fazer o povo retornar ao Egito, porque a Mitzvah é clara: "Nunca mais deveis retornar por este caminho" (Devarim [Deuteronômio] 17:16). A invenção de uma ida dos pais de Jesus ao Egito, para ficar-se numa análise mais benévola, não poderia jamais acontecer, diante da ameaça do Profeta Yieshayahu (Isaías): "Ai dos que descem ao Egito em busca de socorro... os que não atentam para o Santo de Israel, nem buscam ao Eterno" (Yieshayahu 31:1; ver 30:1, 2). Na verdade, a Torah considera a ida ao Egito em busca de socorro como um dos mais graves pecados contra o D-us de Israel (Devarim [Dt] 28:68), uma verdadeira negação da Primeira Pronunciação: "Eu sou o Eterno, teu D-us, que te fiz sair da Terra do Egito, da casa dos escravos" (Shemot [Êxodo] 20:2). Ir ao Egito, portanto, é uma traição ao Deus Libertador! Todavia, por mais incrível que possa parecer, esse ensino de aberrações terríveis, do ponto de vista da Torah, encontrou respaldo em outro exercício de fraude impensável: estava prevista essa ida ao Egito! Para isso, lemos em Mateus 2:14, 15 que José "levantou-se, tomou de noite o menino e sua mãe, e partiu para o Egito, e lá ficou até à morte de Herodes, para que se cumprisse o que fora dito pelo Senhor, por intermédio de seu profeta: 'Do Egito chamei o meu filho.'" Como sabido, essa citação refere-se a este texto de Hoshea [Os] 11:1: "Quando Israel era menino, Eu o amei; e do Egito chamei o meu filho." Esse texto sagrado, no entanto, nada tem a ver com a trama neo-testamentária, por simples razão: reporta-se à libertação de Israel do Egito, e não a uma futura ida de algum judeu para lá, algo proibido logo no verso 5, como também em vários outros textos do mesmo Profeta (Hoshea [Os] 7:16; 8:13 e 9:3). No texto citado, o Eterno está recordando o que já fez por Israel no passado e não o que Ele faria no futuro, pois o inteiro cenário tratado quanto a uma ida a Mitzrayim é sempre no contexto de castigo, pela rebeldia e pela violação da Torah (Devarim [Dt] 28:68). Pena que Mateus, sendo judeu, se realmente era, não viu nada disso, e deturpou a Torah para fundamentar a ida do menino Jesus ao Egito – um lugar proibido, para buscar refúgio e, com essa desobediência, livrar-se de Herodes, que viria a falecer mais tarde."

"Uma outra questão... tem a ver com a virgindade de Maria, quando do nascimento de Jesus Nazareno. Uma das invenções mais grosseiras do "Novo Testamento", de fato, consiste no ensino do nascimento virginal de Jesus, pois apresenta como erro do Criador a normal faculdade da geração e concepção de filhos, como escreveu Tomás de Aquino, considerado um dos baluartes do cristianismo, "doutor da igreja": 'D-us deveria ter encontrado uma maneira menos imunda para a procriação'. Essa rejeição da primeira de todas as Mitzvot da Torah, a da procriação (Bereshit [Gênesis] 1:28), pelo cristianismo, ao forjar o ensino de que Maria, mãe de Jesus, continuou sendo virgem após o parto, emprestou uma inexistente pecaminosidade ao sexo, como é crença generalizada na igreja, que proíbe o casamento de clérigos, exige o celibato de homens e mulheres que quiserem viver uma vida de maior santidade, desvirtuando, assim, a santidade do Matrimônio e o prazer sagrado que vem das relações sexuais (Mishley [Provérbios] 5:15-21). Como sempre ocorre, para fundamentar-se, a Falsidade precisa de um pouco de Verdade. Assim, nada mais "inteligente" do que construir a teologia da virgindade a partir de um texto mal aplicado do Tanach – e esse texto é o do Profeta Yieshayahu [Isaías] 7:14, que reza: "Portanto, o Senhor mesmo vos dará um sinal: eis que a virgem conceberá e dará à luz um filho e lhe chamará Emanuel" (Tradução de Almeida). A começar pelo fato de não constar no texto a palavra "virgem" (em hebraico: Betulah), mas Almah, que significa uma jovenzinha que ainda não menstruou. ...[A] igreja..., à semelhança das religiões do Egito, Índia, Pérsia etc., cujos avatares nasceram de virgens – Osíris, Krishna e Mitra – também [quis] apresentar ao mundo o seu deus (Jesus) como nascido de uma virgem. ... Essa falsidade não é exclusiva dos cristãos, porém é mais antiga do que sua fé. Entretanto, a única coisa que os cristãos não fizeram, para perceber a fragilidade dessa tremenda falsidade, foi ler o capítulo sete de Isaías todo ... [Ainda temos a questão do] tempo de cumprimento da própria profecia sobre o nascimento de Emanuel, como sinal Divino. Os cristãos tomaram o bonde errado, ao presumir que poderiam levar a profecia de Isaías 7:14 para sete séculos depois, uma vez que o Eterno fixara, por Seu santo Profeta Isaías o tempo preciso do cumprimento dessa profecia, que era de apenas até treze anos, ou seja, o tempo em que o menino faria seu Bar Mitzvah. Basta ler: "Portanto, o Senhor mesmo vos dará um sinal: eis que a virgem conceberá e dará à luz um filho e lhe chamará Emanuel. Ele comerá manteiga e mel quando souber desprezar o mal e escolher o bem. Na verdade, ANTES que este menino saiba desprezar o mal e escolher o bem, será desamparada a terra ante cujos dois reis tu tremes de medo" (Isaías 7:14-16). Os dois reis – Rezim, da Síria, e Peca, de Efraim [Samária] – uniram-se para atacar Judá, mas o Eterno disse que isso não resultaria em nada, e deu o sinal do nascimento de Emanuel – um sinal para os dias de Acaz, enquanto Judá estava sob a ameaça desses dois aliados. Não há como estender esse sinal para os dias em que os romanos dominavam a terra inteira de Israel. A simples leitura do inteiro capítulo 7 de Isaías expõe a fraude dos cristãos e a estranha estória da "virgem Maria"."
Professor Evilásio Araújo, de origem sefaradi (b'ney anussim), preside a sinagoga Beit Israel.

Ieshaiáhu (Isaías) 7:14

"Por isso, o próprio [ADONAI*] vos dará um sinal: uma virgem conceberá e dará à luz um filho, e o chamará Deus Conosco."
Bíblia online Editora Ave-Maria ( http://www.avemaria.com.br/biblia/29/ISAIAS/7 ).

"Eis pois que [ADONAI*], Ele mesmo, vos dará um sinal: eis que a moça grávida dará à luz um filho e o chamará Imanuel ('Deus está conosco')."
Bíblia Hebraica, D. Gorodovits/ J. Fridlin, Editora & Livraria Sêfer.

"Por isso o próprio [ADONAI*] vos dará um sinal: Eis que a jovem mulher está grávida e dará à luz um filho, ao qual ela chamará de Emanuel."
Bíblia Mensagem de Deus, Edições Loyola.

A Bíblia de Jerusalém, Paulus; Bíblia Sagrada Edição Pastoral, Paulus; e, Bíblia Sagrada Tradução na Linguagem de Hoje, Sociedade Bíblica do Brasil, traduzem semelhantemente.

Naturalmente qualquer tradução bíblica jesuânica/yeshuânica defende o dogma da concepção virginal de Jesus baseada no texto grego que usa a palavra virgem, mas mesmo assim, a nota da Bíblia Mensagem de Deus admite que "de modo imediato todo este oráculo se refere aos acontecimentos de 735 a.C. e ao seu horizonte próximo: a jovem mulher é a rainha esposa de Acás; a criança a nascer como sinal da proteção divina é o filho e futuro sucessor de Acás, o piedoso rei Ezequias; a idade de discernimento da criança coincide, efetivamente, com a destruição do reino de Damasco e a devastação do de Samaria em 732 a.C." A nota da Bíblia Sagrada Tradução na Linguagem de Hoje, Sociedade Bíblica do Brasil, 1988, admite corretamente que "a palavra hebraica ['almah'] aqui traduzida por 'jovem' não é o termo que quer dizer 'virgem' ['betulah'], porém se refere a uma jovem com idade para se casar, seja virgem ou não. O uso da palavra 'virgem' em Mateus 1.23 vem de uma tradução grega do Antigo Testamento, feita uns quinhentos anos depois do profeta Isaías."


Mais informações sobre Ieshaiáhu 7:14 e 9:5, 6, no tópico:

Bíblia cristã explica Ieshaiáhu (Isaías) 7:14 e 9:5, 6




* Ocorrências do "NOME" (na verdade, da REFERÊNCIA ou ALUSÃO) DO AQUILO INFINITO. ESTE "NOME" é cognominado de “Tetragrama”, “que tem quatro letras”. Estas letras são Y, H, V, H. ESTE "NOME" ocorre 6.823 vezes no hebraico da bíblia Judaica ou Tanach. É necessário saber que não devemos dizer ESTE "NOME", pronunciando-o como escrito. ESTE "NOME" tem de ser pronunciado (na leitura bíblica e de rezas) como ADONAI (= MEU MESTRE). Quando nos referimos ao AQUILO INFINITO pelo Seu "NOME" (REFERÊNCIA/ALUSÃO) Particular (fora da leitura bíblica e de rezas), O chamamos HASHEM (= O NOME).

Ieshaiáhu (Isaías) 9:5 e 6

O “antigo testamento” (com a sua interpretação pagã de termos e conceitos judaicos) contradiz a bíblia judaica ou Tanach em diversas partes. Uma delas, por exemplo, está no livro do profeta Ieshaiáhu (Isaías), no capítulo 9, versículos 5 e 6. Abaixo, dois exemplos de traduções judaicas (obviamente, não pertencentes ao jesusismo):

"Porque a nós, nos é nascido um menino*, e a nós nos é dado um filho; o governo estará sobre os seus ombros, e Deus, que é Maravilhoso Conselheiro, Deus Poderoso, Eterno Pai, o chamará 'Príncipe da Paz'; pois aumentar-se-á o governo e a paz sem fim sobre o trono de David e sobre o seu reino, para o estabelecer e para o firmar com juízo e com justiça desde agora e para sempre. O zelo de [ADONAI˚] dos Exércitos cumprirá isto."
Torá, A Lei de Moisés/ Meir Matzliah Melamed/ Editora e Livraria Sêfer/ 2001/ página 217.

"Pois nasceu entre nós uma criança*, um filho nos foi dado. E sobre seus ombros estará a autoridade; por isso o maravilhoso Conselheiro, o Deus Todo-Poderoso e Pai eterno, alcunhou-o de Sar-Shalom ('Príncipe da Paz'), para consolidar seu governo e para que sobre o trono de David e seu reinado não cesse jamais de haver paz, que será estabelecida e mantida através de justiça e retidão, desde agora e para todo o sempre. O zelo de [ADONAI˚] dos Exércitos há de tornar isto realidade."
Bíblia Hebraica/ David Gorodovits e Jairo Fridlin/ Editora e Livraria Sêfer.

*Alguns entendem que essa profecia se cumpriu nos próprios dias do profeta, na pessoa do rei Chizkiáhu (Ezequias), filho de Achaz. Outros entendem que se trata de uma profecia messiânica, obviamente, a se cumprir [pois que Jesus não estabeleceu nenhum reino davídico, eterno, em Jerusalém].

* Ocorrências do "NOME" (na verdade, da REFERÊNCIA ou ALUSÃO) DO AQUILO INFINITO. ESTE "NOME" é cognominado de “Tetragrama”, “que tem quatro letras”. Estas letras são Y, H, V, H. ESTE "NOME" ocorre 6.823 vezes no hebraico da bíblia Judaica ou Tanach. É necessário saber que não devemos dizer ESTE "NOME", pronunciando-o como escrito. ESTE "NOME" tem de ser pronunciado (na leitura bíblica e de rezas) como ADONAI (= MEU MESTRE). Quando nos referimos ao AQUILO INFINITO pelo Seu "NOME" (REFERÊNCIA/ALUSÃO) Particular (fora da leitura bíblica e de rezas), O chamamos HASHEM (= O NOME).

Bereshit ou Gênesis Capítulo 6

"E quando o homem começou a multiplicar-se sobre a face da terra e a nascerem-lhe filhas, viram os filhos dos senhores que as filhas do homem eram formosas, e tomaram para si mulheres de todas as que escolheram. E [ADONAI*] disse: 'Meu espírito não lutará Comigo para sempre por causa do homem por ser ele de carne, e por isso os seus dias serão 120 anos.' Os gigantes estavam na terra naqueles dias, e também depois, quando conheceram estes filhos dos senhores as filhas do homem, e lhes deram filhos; estes foram os valentes que sempre houve, homens de renome. E [ADONAI*] viu que era grande a maldade do homem na terra, e que todo impulso dos pensamentos do seu coração era todo dia exclusivamente mau."
Versículos de 1 ao 5, Bíblia Hebraica, Gorodovits e Fridlin, Editora e Livraria Sêfer.

Os filhos dos senhores eram os poderosos (os gigantes) da época, que não conheciam limites, daí não tinham o mínimo respeito pelas filhas do homem, quer dizer, as filhas da população comum, as de classe baixa, que não tinham como resistir a eles. Estes homens tomavam para si mulheres de todas as que escolhiam, solteiras e casadas, mesmo contra a vontade delas. Não só por causa dessa exploração sexual, mas por causa da maldade em geral, o CRIADOR estabelece um prazo de 120 anos para a humanidade mudar o seu proceder.

Esses "filhos dos senhores" (outras traduções possíveis: "filhos dos poderosos"; "filhos dos grandes") logicamente não poderiam ser anjos, pois os anjos são seres espirituais, não seres humanos, e não têm sexo e muito menos desejo sexual, e daí que não poderiam (não podem e nunca poderão) se sentirem atraídos por mulheres (ou homens).

Além disso, Voltaire nos informa:
“A religião dos brâmanes [da Índia] é ainda mais antiga do que a dos chineses. Pelo menos, assim afirmam os brâmanes; eles conservam um livro que pretendem escrito mais de três mil anos antes de nossa era vulgar, em sânscrito... O livro de que falo chama-se Shasta. ... É no Shasta que encontramos um Ser supremo que ... formou criaturas celestes. Esses semideuses revoltaram-se contra o grande Deus, que os baniu de sua morada ... . E devemos ressaltar que a metade dos semideuses permaneceu fiel a seu soberano.
Foi isso, visivelmente, que deu lugar mais tarde, entre os gregos, à fabula dos gigantes que combateram contra Zeus, o senhor dos deuses. Hércules e outros deuses tomaram o partido de Zeus. Os gigantes vencidos foram agrilhoados.
Observemos aqui que os judeus... não tiveram nenhuma noção dessa teologia mística; não encontramos nenhum vestígio dela no Gênesis. [O grifo é nosso.] Somente no primeiro século de nossa era um falsário muito pouco hábil, ... tendo aprendido algo da religião dos brâmanes, forjou um livro que ousou atribuir a Enoque. É no livro de Enoque que se fala da rebelião de algumas potências celestes, que esse falsário chama de anjos. Semiazar, diz ele, era o seu cabeça, Araciel e Chobadiel, seus lugar-tenentes. Os anjos fiéis foram Miguel, Rafael, Gabriel e Uriel. ...
Que leitor sensato poderá agora observar sem espanto que a religião cristã está fundada unicamente sobre essa queda dos anjos, de que não se diz uma só palavra no [Tanach ou] Antigo Testamento? [O grifo é nosso.]...
A alegoria dos anjos revoltados contra Deus é originalmente uma parábola indiana, que se difundiu muito tempo depois em quase todo o Ocidente, sob mil vestes diferentes. [O grifo é nosso.]”
Deus e os homens; Voltaire; Livraria Martins Fontes Editora Ltda; 1995; páginas 14 a 17.

* Ocorrências do "NOME" (na verdade, da REFERÊNCIA ou ALUSÃO) DO AQUILO INFINITO. ESTE "NOME" é cognominado de “Tetragrama”, “que tem quatro letras”. Estas letras são Y, H, V, H. ESTE "NOME" ocorre 6.823 vezes no hebraico da bíblia Judaica ou Tanach. É necessário saber que não devemos dizer ESTE "NOME", pronunciando-o como escrito. ESTE "NOME" tem de ser pronunciado (na leitura bíblica e de rezas) como ADONAI (= MEU MESTRE). Quando nos referimos ao AQUILO INFINITO pelo Seu "NOME" (REFERÊNCIA/ALUSÃO) Particular (fora da leitura bíblica e de rezas), O chamamos HASHEM (= O NOME).

A vinda Única do Mashiach e o Fim do Pecado

O objetivo da vinda Única do mashiach não é ele morrer como sacrifício a D'US pelos pecados dos outros, antes, é exatamente o contrário, é ele viver, porque por ocasião do seu aparecimento, toda "a terra será preenchida com o conhecimento da glória de [ADONAI*]", e com a Sua Adoração. (Havacuc 2:14) Assim, a vinda do mashiach não tem como estar associada a acontecimentos de conspiração, traição, prisão, morte (sacrificial), ressurreição [do mashiach], ascensão e volta (segunda vinda). Sim, o Fim do Pecado está associado não a um sacrifício humano, mas ao pleno conhecimento e Adoração de HASHEM. O ponto de partida será entre os judeus, em Jerusalém.

"Diz [ADONAI*]... Estabelecerei um novo pacto com a Casa de Israel e com a Casa de Judá [:]... Farei com que internalizem Minha Torá em todo o seu ser e a gravarei em seu coração;... não mais precisarão sugerir, cada um a seu vizinho e cada um a seu irmão: 'Reconhece a [ADONAI*]', pois todos já Me conhecerão, do mais humilde ao mais destacado - diz [ADONAI*] - pois perdoarei sua iniquidade e não mais lembrarei seu pecado." "Assim disse [ADONAI*] que tudo faz acontecer; [ADONAI*] que tudo cria e determina – [ADONAI*] é o Seu Nome: Hei de purificá-los de toda a iniquidade que praticaram, pecando contra Mim, e os perdoarei por seus pecados e por suas transgressões contra Mim. E isto será para Mim um renome que significará regozijo, louvor e glória, e assim será também para todas as nações da terra que tomarem conhecimento de todo o bem que lhes fiz ... . Aproximam-se os dias [da vinda do mashiach] - diz [ADONAI*] - em que tornarei realidade a boa palavra que pronunciei em relação à Casa de Israel e à Casa de Judá. Naqueles dias, nesta época, farei com que da semente de David brote um rebento [o mashiach] pleno de retidão, que saberá praticar justiça e retidão nesta terra. Naqueles dias, Judá será redimida e Jerusalém viverá em segurança, e o nome pelo qual ela (Jerusalém) será chamada significará '[ADONAI*] é nossa retidão'." "Ó [ADONAI*] Deus! Tu fizeste o céu e a terra ...; nada há que Te seja oculto. ... Teu olhar se estende por sobre os caminhos trilhados pelos filhos dos homens, para dar a cada um segundo os caminhos que escolheram e os atos que praticaram." Aos filhos de Israel e de Judá, Eu, o CRIADOR, "dar-lhes-ei um coração e os conduzirei a um caminho, através dos quais mantenham para sempre seu temor por Mim, para seu bem e para o de seus descendentes depois deles. Estabelecerei com eles um pacto eterno, segundo o qual não mais Me apartarei deles, para sempre lhes proporcionar o bem; e imbuirei seus corações de temor a Mim, para que não mais se afastem de Mim. E rejubilar-Me-ei por lhes fazer o bem".
Irmiáhu (Jeremias) 31:30 ao 33; 33:2, 8, 9, 14 ao 16; 23:5 e 6; 32:17, 19, 37 ao 41
"Então aspergirei sobre vós água limpa, e sereis purificados de todas as vossas impurezas, e de todas as vossas impurezas e idolatrias Eu [o CRIADOR] vos purificarei. Dar-vos-ei também um novo coração, e ... um novo espírito, ... . Porei em vós o Meu espírito, e farei com que saibais seguir Meus estatutos e cumprir Meus juízos. Vivereis na terra que dei a vossos pais; ... . Sereis purgados de todas as vossas contaminações". Os filhos de Israel não "contaminarão mais a si mesmos com seus ídolos, nem com as suas abominações, nem com quaisquer de suas transgressões; em vez disso, Eu os... purificarei... . E o Meu servo [mashiach, descendente de David,] será rei sobre todos eles ... ; andarão nos Meus juízos e guardarão os Meus estatutos, e os cumprirão. E habitarão na terra que dei ao Meu servo Jacob ... eles, seus filhos e seus netos para sempre; e Meu servo [mashiach, descendente de David,] será seu príncipe para sempre. ... E porei para sempre Meu Santuário em seu meio. A Minha Morada estará sobre eles, ... e as nações saberão que Eu sou [ADONAI*] que santifica Israel, quando o Meu Santuário estiver no meio deles para sempre.”
Iechezkel (Ezequiel) 36:25 ao 29; 37:21 ao 28

Todos os versículos são da Bíblia Hebraica por David Gorodovits e Jairo Fridlin, Editora & Livraria Sêfer.

* Ocorrências do "NOME" (na verdade, da REFERÊNCIA ou ALUSÃO) DO AQUILO INFINITO. ESTE "NOME" é cognominado de “Tetragrama”, “que tem quatro letras”. Estas letras são Y, H, V, H. ESTE "NOME" ocorre 6.823 vezes no hebraico da bíblia Judaica ou Tanach. É necessário saber que não devemos dizer ESTE "NOME", pronunciando-o como escrito. ESTE "NOME" tem de ser pronunciado (na leitura bíblica e de rezas) como ADONAI (= MEU MESTRE). Quando nos referimos ao AQUILO INFINITO pelo Seu "NOME" (REFERÊNCIA/ALUSÃO) Particular (fora da leitura bíblica e de rezas), O chamamos HASHEM (= O NOME).

Ascensão do mashiach?

É interessante observar que dos quatro evangelhos, somente os evangelhos de Lucas e de Marcos é que mencionam a “ascensão” de Jesus. Os evangelhos de Mateus e de João não mencionam esse acontecimento. Tanto Lucas quanto Marcos descrevem esse acontecimento em um único versículo, e não afirmam que seja o cumprimento de alguma profecia da Bíblia Judaica ou Tanach, até porque, uma vez que o surgimento do mashiach é único, é definitivo, para acabar com o pecado, com a maldade, com o sofrimento e mesmo com a morte, consequentemente, ele não morrerá, e, obviamente, não será ressuscitado e nem ascenderá ao céu (o céu não necessita de mashiach, daí que ele não teria nenhuma utilidade lá, mas a Terra necessita do mashiach, daí que Só aqui, na Terra, que ele será útil), portanto, não existe NENHUMA profecia sobre ascensão (como tampouco sobre traição, morte e/ou ressurreição) do mashiach. (Marcos 16:19; Lucas 24:51) A vinda do mashiach não ocasionará Nenhuma transferência do corpo humano para o céu, "pois... [ADONAI*] que criou os céus - Ele, que verdadeiramente é Deus,... formou a terra e a estabeleceu, não para ser deserta e, sim, para ser habitada", porque "de [ADONAI*] são os céus, mas aos homens Ele entregou a terra."
Ieshaiáhu (Isaías) 45:18; Tehilim (Salmos) 115:16

"Saiba que os perversos serão abatidos, mas os que esperam em [ADONAI*], eles herdarão a terra. E os humildes herdarão a terra e deleitar-se-ão com a paz completa. Os Seus [do CRIADOR] abençoados herdarão a terra, e os que Ele amaldiçoar perecerão. Os justos herdarão a terra e habitarão para sempre. Espera em [ADONAI*] e guarda o Seu caminho, então Ele te elevará para herdar a terra e contemplar a ruína dos maus."
Tehilim (Salmos) 37:9, 11, 22, 29, 34

"Do teu povo, todos serão justos, [e] eles herdarão a terra para sempre." "O Santíssimo de Israel será reconhecido como Deus de toda a terra."
Ieshaiáhu (Isaías) 60:21; 54:5

"Será, então, que chamarão Jerusalém de trono de [ADONAI*], e a ela virão todas as nações para se unirem ao nome de [ADONAI*], em Jerusalém".

Irmiáhu (Jeremias) 3:17



Bíblia Hebraica por David Gorodovits e Jairo Fridlin, Editora & Livraria Sêfer.

* Ocorrências do "NOME" (na verdade, da REFERÊNCIA ou ALUSÃO) DO AQUILO INFINITO. ESTE "NOME" é cognominado de “Tetragrama”, “que tem quatro letras”. Estas letras são Y, H, V, H. ESTE "NOME" ocorre 6.823 vezes no hebraico da bíblia Judaica ou Tanach. É necessário saber que não devemos dizer ESTE "NOME", pronunciando-o como escrito. ESTE "NOME" tem de ser pronunciado (na leitura bíblica e de rezas) como ADONAI (= MEU MESTRE). Quando nos referimos ao AQUILO INFINITO pelo Seu "NOME" (REFERÊNCIA/ALUSÃO) Particular (fora da leitura bíblica e de rezas), O chamamos HASHEM (= O NOME).

Mashiach traído?

É interessante observar que nos 03 “anúncios da Paixão e Ressurreição” de Jesus (Ieshúa) nos evangelhos sinóticos, ele nada fala a respeito de uma traição (da parte de um apóstolo seu): Mateus 16:21 ao 23; 17:22 e 23; 20:17 ao 19; Marcos 8:31 ao 33; 9:30 ao 32; 10:32 ao 34; Lucas 9:22 e 43 ao 45; 18:32 e 33. Além disso, nenhum dos evangelhos sinóticos associam esse acontecimento a algum texto da bíblia judaica ou Tanach (como se fosse uma profecia), simplesmente porque não existe(m) profecia(s) sobre mashiach traído [por um apóstolo] (Mateus 26:14 ao 16, 20 ao 25, 47 ao 50; Marcos 14:10, 11, 17 ao 21, 43 ao 46; Lucas 21:2 ao 6, 21 ao 23, 47, 48), até porque, por ocasião da vinda do mashiach, O AQUILO INFINITO eliminará toda a maldade e injustiça [obviamente, o Fim do mal é um acontecimento único, não acontecerá em duas ou mais etapas]:

“[ADONAI*],... Tu não és complacente com a maldade, e a perversidade não se pode manter junto a Ti. Os ímpios não permanecem sob Teu olhar; Tu desprezas os perversos. Tu [, ADONAI*,] condenas os que praticam traição e abominas os sanguinários e os falsos.” “Faz chegar ao fim o mal dos ímpios, e dá firmeza ao justo, Tu que perscrutas as emoções e pensamentos de cada um, ó Deus justo. O perverso concebe iniquidade, fecunda maldade e gera falsidade; sobre sua própria cabeça recairá sua iniquidade, e sobre seu crânio sua violência.” “Saiba que os perversos serão abatidos, mas os que esperam em [ADONAI*], eles herdarão a terra. E os humildes herdarão a terra e deleitar-se-ão com a paz completa. Os justos herdarão a terra e habitarão para sempre.”
Tehilim (Salmos) 5:4 ao 7; 7:10, 15, 17; 37:9, 11, 29
“Os justos habitarão nesta terra e os de coração puro nela permanecerão. Os iníquos, porém, dela serão apartados, e os traiçoeiros dela serão desenraizados.”
Mishlê (Provérbios) 2:21 e 22

“Aproxima-se o dia [da vinda única do mashiach] que se abrasará como um forno, no qual todos os ímpios e malévolos serão como a palha; e neste dia serão queimados a tal ponto − diz [ADONAI*] dos Exércitos − que deles não sobrará nem raiz nem ramo algum. E esmagareis os iníquos, que se converterão em cinzas sob as plantas de vossos pés, naquele dia [da vinda única do mashiach] que hei de preparar − diz [ADONAI*] dos Exércitos.”
Malachi (Malaquias) 3:19 ao 21


Bíblia Hebraica por David Gorodovits e Jairo Fridlin, Editora & Livraria Sêfer.

* Ocorrências do "NOME" (na verdade, da REFERÊNCIA ou ALUSÃO) DO AQUILO INFINITO. ESTE "NOME" é cognominado de “Tetragrama”, “que tem quatro letras”. Estas letras são Y, H, V, H. ESTE "NOME" ocorre 6.823 vezes no hebraico da bíblia Judaica ou Tanach. É necessário saber que não devemos dizer ESTE "NOME", pronunciando-o como escrito. ESTE "NOME" tem de ser pronunciado (na leitura bíblica e de rezas) como ADONAI (= MEU MESTRE). Quando nos referimos ao AQUILO INFINITO pelo Seu "NOME" (REFERÊNCIA/ALUSÃO) Particular (fora da leitura bíblica e de rezas), O chamamos HASHEM (= O NOME).

A Nova Aliança

Com quem HASHEM, o D'US da bíblia judaica ou Tanach faz uma nova aliança? A resposta se encontra no próprio texto, basta lê-lo atentamente:

Irmiáhu (Jeremias) 31:30 ao 34

"Dias [da era messiânica] hão de vir - oráculo de [ADONAI*] - em que firmarei nova aliança com as casas de Israel e de Judá. Eis a aliança que, então, farei com a casa de Israel - oráculo de [ADONAI*]: Incutir-lhe-ei a minha lei; gravá-la-ei em seu coração. Serei o seu Deus e Israel será o meu povo. ...A todos perdoarei as faltas, sem guardar nenhuma lembrança de seus pecados."

Outras traduções:

"Eis que os dias vêm, diz [ADONAI*], em que farei um pacto novo com a casa de Israel e com a casa de Judá. ...Este é o pacto que farei com a casa de Israel depois daqueles dias, diz [ADONAI*]: Porei a minha lei no seu interior, e a escreverei no seu coração; e eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo. E... lhes perdoarei a sua iniqüidade, e não me lembrarei mais dos seus pecados."
Bíblia Sagrada Almeida Revisada, Imprensa Bíblica Brasileira ( http://www.bibliaonline.com.br/aa/jr/31 ).

"Eis que vêm os dias, diz [ADONAI*], em que farei uma nova aliança com a casa de Israel e com a casa de Judá. ...Esta é a aliança que farei com a casa de Israel depois daqueles dias, diz [ADONAI*]: Imprimirei a minha lei no seu interior, e a escreverei no seu coração; eu serei o seu Deus, e eles serão o meu povo. ...Pois perdoarei a sua iniqüidade, e não me lembrarei mais dos seus pecados."
Bíblia Sagrada da Sociedade Bíblica Britânica ( http://www.bibliaonline.com.br/tb/jr/31 ).

"Eis que dias virão - oráculo de [ADONAI*] - quando concluirei com a Casa de Israel e de Judá uma nova aliança: ... esta será a aliança que concluirei com a Casa de Israel depois desses dias, oráculo de [ADONAI*], eu imprimirei minha Lei dentro deles, e no seu coração a escreverei; então, eu serei seu Deus e eles serão meu povo ... pois perdoarei sua culpa e do seu pecado já não me lembrarei."
Bíblia Mensagem de Deus, Edições Loyola.

"'Eis que vêm dias', é a pronunciação de [ADONAI*], 'e eu vou concluir um novo pacto com a casa de Israel e com a casa de Judá;... este é o pacto que concluirei com a casa de Israel depois daqueles dias', é a pronunciação de [ADONAI*]. 'Vou pôr a minha lei no seu íntimo e a escreverei no seu coração. E vou tornar-me seu Deus e eles mesmos se tornarão meu povo. ...Porque perdoarei seu erro e não me lembrarei mais do seu pecado.'"
Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas ( http://www.watchtower.org/t/biblia/jer/chapter_031.htm ).

* Ocorrências do "NOME" (na verdade, da REFERÊNCIA ou ALUSÃO) DO AQUILO INFINITO. ESTE "NOME" é cognominado de “Tetragrama”, “que tem quatro letras”. Estas letras são Y, H, V, H. ESTE "NOME" ocorre 6.823 vezes no hebraico da bíblia Judaica ou Tanach. É necessário saber que não devemos dizer ESTE "NOME", pronunciando-o como escrito. ESTE "NOME" tem de ser pronunciado (na leitura bíblica e de rezas) como ADONAI (= MEU MESTRE). Quando nos referimos ao AQUILO INFINITO pelo Seu "NOME" (REFERÊNCIA/ALUSÃO) Particular (fora da leitura bíblica e de rezas), O chamamos HASHEM (= O NOME).

"Com as Casas de Israel e de Judá", o texto só pode estar querendo dizer o que está dizendo: trata-se dos judeus e do judaísmo, não dos não-judeus e suas religiões.

Veja também os tópicos


e

É o "novo testamento", a nova aliança descrita pelo profeta Yirmiyáhu?

Mashiach preso?

Os evangelhos sinóticos (ou seja, Mateus, Marcos e Lucas) afirmam que Jesus foi preso, e que isso aconteceu "para que se cumprissem as Escrituras dos Profetas." (Bíblia Mensagem de Deus, Edições Loyola) Quais? Os evangelhos de Mateus e de Marcos não as especificam. (Mateus 26:47 ao 56; Marcos 14:43 ao 50) Por outro lado o evangelho de Lucas não afirma que tal acontecimento era o cumprimento de profecias. (Lucas 22:47 ao 54) Por que? Simplesmente porque não existem profecias sobre a prisão de mashiach, daí que Mateus e Marcos não puderam especificá-las.
A vinda do mashiach resultará no Fim da maldade e da injustiça, de modo que é inconcebível e inadmissível esperar pela sua prisão (bem como traição e morte):

"Então, voltareis a discernir entre o justo e o malvado, e entre o que serve a Deus e o que não O serve. Pois aproxima-se o dia [do mashiach] que se abrasará como um forno, no qual todos os ímpios e malévolos serão como a palha; e neste dia [do mashiach] serão queimados a tal ponto − diz [ADONAI*] dos Exércitos − que deles não sobrará nem raiz nem ramo algum."
Na vinda única do mashiach, "quanto aos pecadores, eles desaparecerão da terra e não mais existirão iníquos."
"Que em seus dias [do mashiach] floresça o justo e viceje a paz até quando não mais existir a lua."
"Para que sobre o trono de David e seu reinado [do mashiach] não cesse jamais de haver paz, que será estabelecida e mantida através de justiça e retidão, desde agora e para todo o sempre. O zelo de [ADONAI*] dos Exércitos há de tornar isto realidade."
"[O mashiach] destruirá os ímpios. Com retidão se cobrirá, e fidelidade o revestirá. Não causarão dano e nada destruirão em Meu santo Monte, porque a terra estará repleta do conhecimento de [ADONAI*], como as águas cobrem o mar."
Depois da chegada do mashiach, "a bondade e a verdade se encontraram, a justiça e a paz se uniram."
Malachi (Malaquias) 3:18 e 19; Tehilim (Salmos) 104:35; 72:7; Ieshaiáhu (Isaías) 9:6; 11:4, 5 e 9; Tehilim (Salmos) 85:11


Bíblia Hebraica por David Gorodovits e Jairo Fridlin, Editora & Livraria Sêfer.


* Ocorrências do "NOME" (na verdade, da REFERÊNCIA ou ALUSÃO) DO AQUILO INFINITO. ESTE "NOME" é cognominado de “Tetragrama”, “que tem quatro letras”. Estas letras são Y, H, V, H. ESTE "NOME" ocorre 6.823 vezes no hebraico da bíblia Judaica ou Tanach. É necessário saber que não devemos dizer ESTE "NOME", pronunciando-o como escrito. ESTE "NOME" tem de ser pronunciado (na leitura bíblica e de rezas) como ADONAI (= MEU MESTRE). Quando nos referimos ao AQUILO INFINITO pelo Seu "NOME" (REFERÊNCIA/ALUSÃO) Particular (fora da leitura bíblica e de rezas), O chamamos HASHEM (= O NOME).

Duas vindas do mashiach não é ensinamento do Tanach

A crença na “segunda vinda de Jesus” não é uma doutrina judaica, e, portanto, obviamente, não é um ensinamento da bíblia judaica ou Tanach. A bíblia judaica ou Tanach não ensina duas vindas do mashiach, consequentemente, a vinda do mashiach é Única. Uma vez que Jesus não cumpriu as chamadas profecias messiânicas, o “novo testamento” estabeleceu a crença na "sua" segunda vinda, e o “Credo de Nicéia” a afirmou:

"Cremos... em um só Senhor Jesus ... da substância do Pai; ... Deus verdadeiro de Deus verdadeiro, ... consubstancial ao Pai; por quem foram criadas todas as coisas que estão no céu ou na terra. O qual ... desceu (do céu), se encarnou e se fez homem. Padeceu e ao terceiro dia ressuscitou e subiu ao céu. Ele virá novamente para julgar os vivos e os mortos."

Quanto a vinda Única do mashiach, Quero Saber: Histórias de Religião e Fé; Editora Escala, 2009; Judaísmo; explica corretamente:
"A fé judaica inclui a expectativa de um tempo de salvação, de um reino de paz, amor e justiça. ...O povo [de Israel] espera que Deus envie um rei para intervir na história mundial. O Messias (em hebraico, "o ungido") irá restaurar o reino de Deus. Ele se estabelecerá em Jerusalém. Depois a paz irá prevalecer em todos os lugares e todos crerão num Deus único." − Pg. 33.

"Rejubila-te com todo teu ser, ó filha de Tsión! Clama com alegria, ó filha de Jerusalém! Eis que para ti se encaminha teu justo rei [o mashiach], triunfante por suas vitórias, mas ao mesmo tempo comportando-se com humildade, cavalgando um filhote de jumento. [Eu, D'US,] destruirei qualquer carruagem de guerra de Efráim, e eliminarei todo cavalo de combate de Jerusalém; será destruído o arco de batalha, e ele [o mashiach] falará somente de paz às nações. Seu domínio se estenderá de um mar ao outro, e desde o rio (Eufrates) até os confins da terra.
Assim disse [ADONAI*]: Retornarei a Tsión e habitarei no meio de Jerusalém; e Jerusalém será chamada de 'Cidade da Verdade', e a montanha de [ADONAI*] dos Exércitos, 'Monte Sagrado'. Assim disse [ADONAI*] dos Exércitos: Hei de salvar Meu povo do país do oriente e do país do ocidente! E Eu os trarei para que vivam em Jerusalém; serão Meu povo e Eu serei seu Deus, em verdade e em justiça. Assim disse [ADONAI*] dos Exércitos: Há de ocorrer ainda, que povos e moradores de muitas cidades virão, falando uns aos outros e dizendo: ‘Apressemos-nos para ir implorar perante [ADONAI*] e buscar [ADONAI*] dos Exércitos! Eu também irei!’ Sim, muitos povos e nações poderosas virão para buscar [ADONAI*] dos Exércitos em Jerusalém e para implorar perante o Eterno! Assim disse [ADONAI*] dos Exércitos: Naqueles dias [do mashiach], 10 homens de diferentes línguas e de todas as nações segurarão a orla das vestes de um judeu, dizendo: 'Iremos contigo, porque sabemos que Deus está contigo!'"
Zechariá (Zacarias) 9:9, 10; 8:3, 7, 8, 20 ao 23

“E tu, Bet-Léchem (Belém) de Efrat, és muito pequena para ser contada entre os milhares de Judá, mas de ti sairá, para Mim, alguém que há de ser o condutor de Israel, cuja origem remontará ao passado distante. Ele se erguerá e liderará com a força que lhe concederá [ADONAI*] e com a majestade do Nome de [ADONAI*], seu Deus; e habitarão em paz, porque então ele se terá engrandecido até os confins da terra, e isto assegurará a paz.
Virá a ocorrer no fim dos dias, que o monte da Casa de [ADONAI*] será firmemente estabelecido como a montanha mais elevada, será exaltado sobre as colinas e a ele fluirão muitos povos. Para ali virão muitas nações, que proclamarão: 'Vinde e subamos ao monte de [ADONAI*] e à Casa do Deus de Jacob! Ele nos ensinará Seus caminhos e nós trilharemos Suas veredas!' Porque de Tsión virá a Torá, e de Jerusalém, a palavra de [ADONAI*]! Ele julgará sobre muitos povos e decidirá as questões de nações poderosas dos rincões mais distantes. E fundirão suas espadas e as converterão em arados, e suas lanças, em foices; nenhuma nação levantará uma espada contra outra nação, e não aprenderão mais a arte da guerra. Em vez disso, cada homem se sentará sob a sombra de sua videira e debaixo de sua figueira, e ninguém os assustará, porque assim determinou a boca de [ADONAI*] dos Exércitos.”
Michá (Miquéias) 5:1, 3, 4; 4:1 ao 4

Bíblia Hebraica por David Gorodovits e Jairo Fridlin, Editora & Livraria Sêfer.

* Ocorrências do "NOME" (na verdade, da REFERÊNCIA ou ALUSÃO) DO AQUILO INFINITO. ESTE "NOME" é cognominado de “Tetragrama”, “que tem quatro letras”. Estas letras são Y, H, V, H. ESTE "NOME" ocorre 6.823 vezes no hebraico da bíblia Judaica ou Tanach. É necessário saber que não devemos dizer ESTE "NOME", pronunciando-o como escrito. ESTE "NOME" tem de ser pronunciado (na leitura bíblica e de rezas) como ADONAI (= MEU MESTRE). Quando nos referimos ao AQUILO INFINITO pelo Seu "NOME" (REFERÊNCIA/ALUSÃO) Particular (fora da leitura bíblica e de rezas), O chamamos HASHEM (= O NOME).

A vinda Única do mashiach e o fim das guerras

Para os noarridas e os judeus, um mundo sem guerras não é uma ilusão, mas será uma realidade na vinda única do mashiach (Rei judeu), adorador não dos deuses das nações, mas do AQUILO INFINITO,  O D'US da bíblia judaica ou Tanach, HASHEM, que "não é homem para que minta, nem é filho de homem para que Se arrependa; se Ele disse, não o fará? E tendo falado, não o cumprirá?"
Bamidbar (Números) 23:19

"Mas virá a ocorrer no fim dos dias, que o monte da Casa de [ADONAI*] será firmemente estabelecido como a montanha mais elevada, será exaltado sobre as colinas e a ele fluirão muitos povos. Para ali virão muitas nações, que proclamarão: 'Vinde e subamos ao monte de [ADONAI*] e à Casa do Deus de Jacob! [O mashiach] nos ensinará Seus caminhos e nós trilharemos Suas veredas!' Porque de Tsión virá a Torá, e de Jerusalém, a palavra de [ADONAI*]! [O mashiach] julgará sobre muitos povos e decidirá as questões de nações poderosas dos rincões mais distantes. E fundirão suas espadas e as converterão em arados, e suas lanças, em foices; nenhuma nação levantará uma espada contra outra nação, e não aprenderão mais a arte da guerra. Em vez disso, cada homem se sentará sob a sombra de sua videira e debaixo de sua figueira, e ninguém os assustará, porque assim determinou a boca de [ADONAI*] dos Exércitos."
Michá (Miquéias) 4:1 ao 4; também, Ieshaiáhu (Isaías) 2:1 ao 4

"Não causarão dano e nada destruirão em Meu santo Monte, porque a terra estará repleta do conhecimento de [ADONAI*], como as águas cobrem o mar. E o [mashiach, o] descendente de Ishai [Jessé] será como um estandarte para todos os povos. A ele acorrerão todas as nações, e será glorioso o lugar de sua moradia."
Ieshaiáhu (Isaías) 11:9 e 10; também Havacuc 2:14

"Naquele dia [da chegada do mashiach, Eu, o CRIADOR,] quebrarei o arco e a espada, fazendo desaparecer da terra todas as guerras".
Hoshêa (Oséias) 2:20

No dia da chegada do mashiach, "será destruído o arco de batalha, e ele falará somente de paz às nações. Seu domínio se estenderá de um mar a outro, e desde o rio (Eufrates) até os confins da terra."
Zechariá (Zacarias) 9:10

"[ADONAI*] dos Exércitos... fez parar as guerras em todos os confins da terra, quebrou arcos e partiu lanças, e em chamas destruiu os carros de combate. Que [ADONAI*] dos Exércitos esteja sempre conosco."
Tehilim (Salmos) 46:8 ao 12

Bíblia Hebraica por David Gorodovits e Jairo Fridlin, Editora & Livraria Sêfer, 2006.

* Ocorrências do "NOME" (na verdade, da REFERÊNCIA ou ALUSÃO) DO AQUILO INFINITO. ESTE "NOME" é cognominado de “Tetragrama”, “que tem quatro letras”. Estas letras são Y, H, V, H. ESTE "NOME" ocorre 6.823 vezes no hebraico da bíblia Judaica ou Tanach. É necessário saber que não devemos dizer ESTE "NOME", pronunciando-o como escrito. ESTE "NOME" tem de ser pronunciado (na leitura bíblica e de rezas) como ADONAI (= MEU MESTRE). Quando nos referimos ao AQUILO INFINITO pelo Seu "NOME" (REFERÊNCIA/ALUSÃO) Particular (fora da leitura bíblica e de rezas), O chamamos HASHEM (= O NOME).

A vinda Única do mashiach e o fim das doenças

Para os noarridas e os judeus, um mundo sem doenças e deficiências não é uma ilusão, mas será uma realidade na vinda única do mashiach (Rei judeu), adorador não dos deuses das nações, mas do AQUILO INFINITO, O D'US da bíblia judaica ou Tanach, HASHEM, que "não é homem para que minta, nem é filho de homem para que Se arrependa; se Ele disse, não o fará? E tendo falado, não o cumprirá?"
Bamidbar (Números) 23:19

"Feliz... é aquele que tem no Deus de Jacob o seu socorro, e cuja esperança está em [ADONAI*], seu Deus; que fez os céus e a terra, o mar e tudo o que eles contêm;... Ele abre os olhos dos cegos e reergue os caídos."
Tehilim (Salmos) 146:5 ao 10

"E naquele dia [da chegada do mashiach], ouvirá o surdo as palavras lidas de um livro [do Tanach], e os olhos do cego conseguirão enxergar na obscuridade e na luz."
"Fortalecei as mãos débeis e firmai os joelhos que tremem. E abrir-se-ão os olhos dos cegos e desobstruir-se-ão os ouvidos dos surdos. Então o coxo saltará como um gamo e cantará a língua do que era mudo... e uma alegria eterna sobre eles pairará; terão para sempre gozo e regozijo, e a angústia e a dor deles se afastarão."
Ieshaiáhu (Isaías) 29:18; 35:3, 5, 6 e 10

"[ADONAI*], teu Deus,... te amará, te abençoará e ... afastará de ti toda enfermidade".
"Vede, agora, pelo castigo, que Eu [, o CRIADOR,] rebaixo e Eu exalto, e que não há outro deus Comigo; Eu faço morrer e faço viver; Eu firo e Eu saro, e não há quem possa livrar da Minha mão os que pecam contra Mim."
Devarim (Deuteronômio) 7:12, 13 e 15; 32:39

"Bendiz [ADONAI*]... Ele é quem perdoa suas transgressões e cura tuas enfermidades."
Tehilim (Salmos) 103:2 e 3

"Habitante nenhum dirá: 'Estou doente'; o povo que aí morar será perdoado."
Ieshaiáhu (Isaías) 33:24, Tradução da Bíblia Mensagem de Deus, Edições Loyola

"Ó [ADONAI*], Tu és a esperança de Israel [e dos noachidas]!" "Cura-me, ó [ADONAI*], e serei curado! Salva-me, e serei salvo! Porque Tu és meu louvor e minha glória."
Irmiáhu (Jeremias) 17:13 e 14

Todos os versículos são da Bíblia Hebraica por David Gorodovits e Jairo Fridlin, Editora & Livraria Sêfer, 2006.

* Ocorrências do "NOME" (na verdade, da REFERÊNCIA ou ALUSÃO) DO AQUILO INFINITO. ESTE "NOME" é cognominado de “Tetragrama”, “que tem quatro letras”. Estas letras são Y, H, V, H. ESTE "NOME" ocorre 6.823 vezes no hebraico da bíblia Judaica ou Tanach. É necessário saber que não devemos dizer ESTE "NOME", pronunciando-o como escrito. ESTE "NOME" tem de ser pronunciado (na leitura bíblica e de rezas) como ADONAI (= MEU MESTRE). Quando nos referimos ao AQUILO INFINITO pelo Seu "NOME" (REFERÊNCIA/ALUSÃO) Particular (fora da leitura bíblica e de rezas), O chamamos HASHEM (= O NOME).

A vinda Única do mashiach e o fim da fome

Para os noarridas e os judeus, um mundo sem fome não é uma ilusão, mas será uma realidade na vinda única do mashiach (Rei judeu), adorador não dos deuses das nações, mas do AQUILO INFINITO, O D'US da bíblia judaica ou Tanach, HASHEM, que "não é homem para que minta, nem é filho de homem para que Se arrependa; se Ele disse, não o fará? E tendo falado, não o cumprirá?"
Bamidbar (Números) 23:19

"Farei com que multiplique-se o trigo e que não haja fome entre vós. Multiplicarei o fruto da árvore e a produção do campo, ... e dirão: 'Esta terra, outrora desolada, converteu-se no jardim do Éden' ... Eu, [ADONAI*], assim determinei e farei cumprir!"
Iechezkel (Ezequiel) 36:29, 30, 35 e 36

"Plantarão vinhedos e beberão seu vinho; cultivarão pomares e saborearão seus frutos."
Amós 9:14

"A terra dará o seu produto e a árvore do campo dará o seu fruto. E... comereis vosso pão a fartar".
Vaicrá (Levítico) 26:3 ao 5

"[ADONAI*] respondeu, dizendo: Hei de mandar-vos trigo, vinho e azeite, e vos saciareis. ...E ficarão os celeiros repletos de trigo, e os lagares transbordarão de vinho e de azeite. E comereis então com fartura e ficareis satisfeitos, e haveis de louvar o Nome de [ADONAI*], vosso Deus, que agiu maravilhosamente para convosco, e Meu povo nunca mais será envergonhado."
"E ocorrerá naquele dia [da chegada do mashiach] que, das montanhas, brotará vinho doce e as colinas emanarão leite".
Ioêl 2:19, 24 e 26; 4:18

"Naquele dia [da chegada do mashiach] Eu falarei − diz [ADONAI*]. − Falarei aos céus e eles responderão à terra, e a terra responderá proporcionando trigo, vinho e azeite, e estes responderão alimentando a Izreel."
Hoshêa (Oséias) 2:23 e 24

"Assim disse [ADONAI*]:" "Não terão nem sede nem fome".
Ieshaiáhu (Isaías) 49:8 e 10

Todos os versículos são da Bíblia Hebraica por David Gorodovits e Jairo Fridlin, Editora & Livraria Sêfer, 2006.

* Ocorrências do "NOME" (na verdade, da REFERÊNCIA ou ALUSÃO) DO AQUILO INFINITO. ESTE "NOME" é cognominado de “Tetragrama”, “que tem quatro letras”. Estas letras são Y, H, V, H. ESTE "NOME" ocorre 6.823 vezes no hebraico da bíblia Judaica ou Tanach. É necessário saber que não devemos dizer ESTE "NOME", pronunciando-o como escrito. ESTE "NOME" tem de ser pronunciado (na leitura bíblica e de rezas) como ADONAI (= MEU MESTRE). Quando nos referimos ao AQUILO INFINITO pelo Seu "NOME" (REFERÊNCIA/ALUSÃO) Particular (fora da leitura bíblica e de rezas), O chamamos HASHEM (= O NOME).